CÉLULAS-TRONCO
Comissão especial conhece investimentos da Fapergs em pesquisa no RS
Gilmar Eitelwein MTB 5109 | Agência de Notícias - 13:06 - 26/11/2008 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTB 6727
Brum, Oliveira e Nunes Costa: diretor da Fapergs anuncia melhorias na entidade
Brum, Oliveira e Nunes Costa: diretor da Fapergs anuncia melhorias na entidade
A Comissão Especial sobre os avanços nas pesquisas das células-tronco, presidida pelo deputado Paulo Brum (PSDB), reuniu-se na manhã desta quarta-feira (26) com o diretor administrativo da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), Joni Franck Nunes Costa. A comissão busca informações sobre o papel da Fundação e os recursos existentes para o desenvolvimento de pesquisas no Rio Grande do Sul. Nunes Costa informou que a entidade recebe, hoje, apenas um décimo dos recursos orçamentários que deveria receber, pois o Estado não aplica o percentual de 1,5% para a área de ciência e tecnologia previstos pela Constituição.
 
Mudança de estrutura
O dirigente anunciou que a entidade vai tentar mudar sua estrutura e ordenamento jurídico para que possa angariar recursos e prestar serviços para aplicação em pesquisa. "Hoje somos uma fundação de amparo, a alternativa é desamarrar a legislação para que possamos gerar receita e aplicar mais recursos em pesquisa". Nunes Costa acredita que, com o ajuste fiscal promovido pelo governo do Estado, a partir do próximo ano haverá mais recursos para o setor.
 
O deputado Paulo Brum informou que a comissão está realizando visitas técnicas em vários Estados para buscar informações a respeito dos investimentos feitos em pesquisa. Relatou que esteve em Brasília, recentemente, e obteve informações de que o CNPq está aportando, para o Rio Grande do Sul, R$ 30 milhões para esta finalidade, mas que o Estado deve assegurar contrapartida. O representante da Fapergs ressaltou que este recurso advém de edital para o Pronext, de grupos de pesquisa em áreas de excelência. Segundo ele, também estão previstos para o próximo ano R$ 2 milhões para pesquisa junto ao SUS, com contrapartida de R$ 1 milhão do Estado. O dirigente também acenou da possibilidade de suplementação de verbas por parte do governo a partir de projetos nacionais que exijam contrapartida.
 
O representante da Fapergs entregou à comissão gráfico contendo os auxílios à pesquisa concedidos pela entidade. Atualmente, existem sete projetos aprovados, o mais recente relativo ao ano de 2007. "O que temos verificado aqui no Estado nos enche de orgulho no que diz respeito aos pesquisadores e à capacidade desses profissionais, mas os recursos disponíveis são muito inferiores às necessidades", afirmou o deputado Paulo Brum. Os trabalhos da comissão serão interrompidos em dezembro, em virtude do recesso parlamentar, para serem concluídos nos meses de fevereiro ee março de 2009.
 
Participou da reunião o deputado Alberto Oliveira (PMDB).
 
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30