PARLAMENTO
Assembleia gaúcha instala Procuradoria Especial da Mulher
Marinella Peruzzo - MTE 8764 | Agência de Notícias - 15:40 - 24/06/2015 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Marcelo Bertani
Procuradoria Especial da Mulher da AL tem a participação das nove deputadas da atual Legislatura
Procuradoria Especial da Mulher da AL tem a participação das nove deputadas da atual Legislatura
Em reunião no início da tarde desta quarta-feira (24), sete das nove deputadas da atual Legislatura – Stela Farias (PT), Miriam Marroni (PT), Regina Becker Fortunati (PDT), Zilá Breitenbach (PSDB), Any Ortiz (PPS), Liziane Bayer (PSB) e Silvana Covatti (PP) – reuniram-se na sala Sarmento Leite do Palácio Farroupilha, para darem início às atividades da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa. A autora da proposta na Casa, deputada Stela Farias (PT), foi escolhida para comandar o órgão. A definição das três deputadas que atuarão como procuradoras-adjuntas ocorrerá em uma nova reunião. As parlamentares querem verificar a possibilidade de que aquelas que ingressaram na Casa como suplentes – Zilá Breitenbach (PSDB) e Juliana Brizola (PDT) – possam também ser eleitas e não somente votar.

A nova procuradora, Stela Farias, destacou a importância da articulação das mulheres na conquista dos seus direitos e enalteceu o trabalho de cada uma das parlamentares da Casa.

Objetivos
A Procuradoria Especial deverá receber e encaminhar denúncias de violência e discriminação e acompanhar a execução de programas de governos municipais, estadual e federal que visem à igualdade de gênero. Conforme Stela, apesar de as mulheres representarem mais de 50% do eleitorado nacional, o índice de representação política de mulheres na Câmara dos Deputados, por exemplo, é de apenas 8,7%, um dos índices mais baixos das Américas e do mundo. Na Assembleia gaúcha, dos 55 deputados, apenas nove são mulheres.

Empoderamento
A Procuradoria Especial estimulará os municípios a criarem as suas procuradorias. Porto Alegre e Alegrete já contam com esses órgãos, bem como o Senado e a Câmara Federal. A Assembleia gaúcha é a quarta no país a aderir à iniciativa, ao lado do Pará, Ceará e São Paulo, e segue tendência mundial incentivada por organismos como a ONU Mulheres, que busca ampliar a participação das mulheres nos espaços de poder. 

Além das deputadas presentes também compõem o órgão as deputadas Manuela d´Ávila (PCdoB) e Juliana Brizola (PDT). Estiveram no ato desta tarde ainda a ex-deputada Kelly Moraes e representantes de entidades com atuação na causa.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Procuradoria Especial da Mulher

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30