GRANDE EXPEDIENTE
Vilmar Lourenço destaca no Grande Expediente o papel do Exército na formação dos jovens
Francis Maia - MTE 5130 | Agência de Notícias - 16:15 - 11/06/2019 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Celso Bender

A importância do Exército na formação do jovem brasileiro foi o tema destacado hoje (11) pelo deputado Vilmar Lourenço (PSL), no Grande Expediente. Na exposição, o parlamentar destacou as etapas trilhadas pelos jovens desde o ingresso no Serviço Militar Inicial, e o Projeto Soldado Cidadão, que oferece capacitação técnica para o mercado de trabalho, caso não continuem na carreira militar.

“O Exército é para muitos jovens o marco delimitador da juventude e da vida adulta, o que é constatado pelos pais após o cumprimento do serviço militar”, iniciou Vilmar Lourenço da tribuna, considerando também a adesão à força como opção daqueles advindos das famílias de baixa renda. A ausência dessa influência saudável nos jovens é lamentada se por acaso são dispensados do serviço militar obrigatório por excesso de contingente, assinalou o deputado.

Tudo começa pelo Serviço Militar Inicial, obrigatório aos jovens quando completam 18 anos e são selecionados e incorporados aos quadros das Forças Armadas, representando todas as regiões e classes sociais do país. “O serviço militar é fundamental para a afirmação da unidade nacional”, destacou o deputado, oportunidade de formação cívica, ética, solidária, justiça e sentimento patriótico aos jovens. Ele referiu, ainda, a “relevância do Serviço Militar Inicial para mobilizar os brasileiros pela soberania nacional e os princípios nobres para o exercício da cidadania sadia”.

Força cívica
Do ponto de vista financeiro, o Exército também é uma opção de renda aos jovens, uma vez que a experiência adquirida durante o serviço pode ser anexada ao currículo. “A experiência de vida que o Exército oferece aos jovens é única, enriquecedora e leva ao amadurecimento”, afirmou Lourenço, registrando a rotina diária dos recrutas, as exigências de organização e pontualidade e respeito hierárquico.

No Projeto Soldado Cidadão, os recrutas são qualificados em áreas como telecomunicações, mecânica, alimentação, construção civil, artes gráficas, confecção e outros setores. Recebem noções básicas de empreendedorismo, ética e cidadania. Há registro de que 65% dos egressos do Soldado Cidadão alcançam vagas no mercado de trabalho depois de concluído o serviço militar. No Estado, os jovens participam do Projeto Soldado Cidadão Comando Militar do Sul, em parceria com o Senai, Senac, Sest/Sent, Senar e Ruder Segurança Privada.

Outra modalidade oferecida, os Tiros de Guerra permitem o Serviço Militar Inicial em suas cidades de origem, conciliando trabalho e estudos. Há mais de 110 anos funciona essa parceria do Exército com a sociedade, afirmou o parlamentar, “são verdadeiras escolas de civismo e cidadania”. Já os Colégios Militares obedecem ao Sistema de Ensino do Exército, de alta qualidade e capacitação para os 15 mil jovens selecionados. Ele destacou a Escola de Instrução Militar, parceria entre o Colégio Farroupilha e o Exército, para a prestação do Serviço Militar aos estudantes da terceira série do Ensino Médio e, a partir de 2019, com a participação de meninas, preparação realizada pelo CPOR/PA. As instruções são na área de informática, manejo de armamentos e noções básicas das comunicações militares.

Ao finalizar, o deputado Vilmar Lourenço enfatizou “a influência positiva do Exército sobre os jovens brasileiros, na formação de cidadãos e do patriotismo”, relatando sua experiência de órfão aos nove anos de idade e creditou ao Exército sua formação moral e cívica, assim como de seus irmãos.

Apartes
Do plenário, manifestaram-se em apartes os deputados Sérgio Peres (PRB); Jeferson Fernandes (PT); Issur Koch (PP); a deputada Zilá Breitenbach (PSDB); Rodrigo Maroni (PODE); Fábio Branco (MDB); Airton Lima (PL); Tenente-Coronel Zucco (PSL); Dalciso Oliveira (PSB); e Fábio Ostermann (NOVO).

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Grande Expediente

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30