COMISSÃO DE ECONOMIA, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E DO TURISMO
Audiência pública discute inovação como instrumento de desenvolvimento econômico para o Rio Grande
Luiz Otávio Prates - MTE 16050 | MDB - 17:26 - 19/06/2019 - Foto: Guerreiro

Discutir o papel de iniciativas inovadoras e criativas como matriz de desenvolvimento socioeconômico do Rio Grande do Sul. Este foi o propósito da audiência pública “Sistemas de Inovação: desafios e oportunidades para um agenda de desenvolvimento”, promovida na manhã desta quarta-feira (19) pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e presidida pelo deputado Tiago Simon (MDB).

O encontro trouxe a manifestação do secretário estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís da Cunha Lamb, de diretores de parques tecnológicos e de representantes de universidades e de entidades ligadas ao setor criativo. Entre as soluções apresentadas pelas autoridades da área estão o aperfeiçoamento da legislação, a criação de um fundo para investimentos no setor e a regionalização dos ambientes do conhecimento.

Para Simon, a inovação é o caminho para a transformação da economia gaúcha. “O Rio Grande do Sul é o segundo maior polo de inovação do país, com 27 polos, 21 parques e 30 incubadoras tecnológicas, e possui o segundo maior número de doutores per capta do Brasil. É preciso refletir sobre as novas perspectivas de desenvolvimento. E, não tenho dúvidas: a integração dos sistemas de inovação é a nossa principal mola de desenvolvimento econômico”, sintetizou o deputado.

Lamb, por sua vez, apresentou a estratégia desenvolvida pela Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT) para colocar a inovação e o conhecimento criativo como indutores do desenvolvimento gaúcho. “O nosso modelo está alinhado à estratégia nacional”, disse o secretário. A pasta possui quatro programas principais para a área: Innova RS; Conecta RS; Desenvolvimento de Áreas Portadoras de Futuro; e Empreendedorismo Intensivo em Conhecimento.

O professor UFRGS, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, falou sobre o programa Pacto Alegre – um movimento que apresenta 24 projetos e contempla seis macrodesafios: imagem da cidade; modernização da administração pública; educação e talentos; ambiente de negócios; transformação urbana; e qualidade de vida. “O Pacto Alegre busca transformar a nossa Capital em um ecossistema global de inovação, que potencialize as competências dos gaúchos, atraia investimentos e fomente o empreendedorismo inovador”, salientou.

Os parques tecnológicos, representados na audiência pública pela diretora do Tecnosinos, Susana Kakuta, e pela executiva do Tecnopuc, Flávia Siqueira, estão inseridos dentro deste contexto de inovação e colocam o Rio Grande do Sul como o segundo maior polo de inovação do Brasil. Educação como indutor de inovação

Educação como indutor de inovação

Para a diretora do Tecnosinos, Susana Kakuta, a educação é o principal gargalo para o crescimento de atividades ligadas aos setores criativos e de inovação. “Não se faz inovação sem educação de qualidade. Nosso único ativo na criação e inovação é a educação. Não é a quantidade de alunos nas escolas que conta, e sim a qualidade da matemática, física e química. É isso que vai fazer a gente ter inovação. Trabalhar inovação é trabalhar educação”, salientou.

Presenças

A audiência pública contou, ainda, com a presença dos deputados Carlos Búrigo (MDB), vice-presidente da comissão, Fernando Marroni (PT), Eduardo Loureiro (PDT), Adolfo Brito (PP), Pedro Pereira (PSDB), Dalciso Oliveira (PSB), Eric Lins (DEM), Rodrigo Lorenzoni (DEM), Fábio Ostermann (NOVO), Fábio Branco (MDB), e Frederico Antunes (PP); do presidente da Rede Gaúcha de Ambientes de Inovação, Carlos Eduardo Aranha; do presidente do SEPRORGS, Diogo Rossato; do pró-reitor de Extensão da UFSM, Rudiney Soares Pereira; do vice-presidente da Federasul, Rafael Goelzer; da representante da Fiergs, Thaise Graziadio; entre outras autoridades.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e Turismo

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30