ESCOLA DO LEGISLATIVO
Cinco projetos relacionados à temática ambiental são aprovados na Sessão Plenária do Estudante
Letícia Rodrigues - MTE 9373 | Agência de Notícias - 17:40 - 07/10/2019 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Celso Bender

A escolha de um tema para orientar a elaboração dos projetos foi a novidade da 51ª edição do programa Deputado Por Um Dia, realizada pela Escola do Legislativo Deputado Romildo Bolzan ao longo desta segunda-feira (7). Durante a Sessão Plenária do Estudante, realizada à tarde, foram aprovados cinco projetos de lei, todos relacionados à temática ambiental. 

A abertura e a presidência da sessão, no Plenário 20 de Setembro, foram realizadas pelo deputado Fábio Ostermann (Novo). Ele destacou a importância do projeto para que os estudantes possam conhecer as atividades parlamentares e se aproximarem da política. Após, explicou a dinâmica dos trabalhos em plenário. O prefeito de Passa Sete, Bertino Rech, e vereadores de Nova Bassano e Gravataí acompanharam a atividade.

Nesta 51ª edição, participaram estudantes Escola Estadual de Ensino Médio Militina Pereira Alvarez, de São Borja, que criaram o Partido Militinense (PM); da Escola Municipal de Ensino Fundamental José Rech, de Passa Sete, com o Partido Estudantil José Reche (PEJR); da Escola Estadual de Ensino Médio Tuiuti, de Gravataí, com o Partido Tuiutiense de Gravataí (PTG); do Colégio Estadual Pe. Colbachini, de Nova Bassano, com o Partido Movimento Jovem Colbachini (PMJC); e da Escola Estadual de Ensino Médio João Przyczynski, de Guarani das Missões, com o Partido Filhos da Terra (PFT). 

Escolas Sustentáveis
Por unanimidade (55 votos favoráveis), foi aprovado o PL 1/2019, que institui o Programa de Incentivo à Implementação de Escolas Sustentáveis na Rede Pública Estadual, proposto pelo PMJC. O líder do partido, deputado Augusto Radin, foi à tribuna apresentar a proposição, defendendo sua aprovação. Segundo ele, algumas das ações previstas no projeto são a implantação de hortas escolares e de placas fotovoltaicas, o reaproveitamento da água, a reciclagem e campanhas de conscientização.

Radin citou que algumas dessas iniciativas já são realizadas no Colégio Estadual Pe. Colbachini, de Nova Bassano, como o reaproveitamento de água da chuva que já existe desde 2015 e só nos primeiros 18 meses reduziu o gasto com água em 4,6 mil; a horta comunitária e a reciclagem.“São exemplos de que a escola sustentável é possível e dá certo”, definiu.  

Também foram à tribuna para discutir a matéria as deputadas Elisani Nascimento (PFT), Gabrieli Serpa (PM), Dienifer Ristow (PEJR) e o deputado Ruan Pflugrad (PTG). Na sequência, o líder do PMJC retornou à tribuna para esclarecer as dúvidas levantadas pelos parlamentares dos demais partidos.

Sistema de Cisternas nas escolas
Também por unanimidade (55 votos favoráveis), foi aprovado o PL 2/2019, do PTG, que dispõe sobre a implantação de sistema de cisternas nas escolas da rede pública de ensino do Estado do RS. A líder do PTG, Manuela Ribeiro, defendeu a matéria na tribuna.

Citando legislação federal e a crise hídrica no país, Manuela Ribeiro defendeu a iniciativa que estimula o uso racional da água e redução de gastos desnecessários com a reutilização da água. Ela trouxe ainda o exemplo do Paraná, onde a adoção de sistema de cisterna em uma escola estadual reduziu em 30% os gastos com água.

Utilizaram a tribuna para discutir a proposição as deputadas Monique França (PMJC) e Kaine Carvalho (PEJR) e os deputados Wellington Jezewski (PFT) e Moraes Costa (PM). A líder do PTG retornou à tribuna para responder aos questionamentos levantados pelos parlamentares.

Sacolas biodegradáveis
O terceiro projeto apreciado foi apresentado pelo PFT, com o objetivo de instituir a obrigatoriedade de utilização de sacolas biodegradáveis por estabelecimentos comerciais no Estado do RS. O PL 3/2019 foi aprovado com 53 votos favoráveis e dois votos contrários.

O líder do PFT, Fhilipi Marczewski, falou das consequências do uso do plástico na sociedade, citando o entupimento de bueiros causando alagamentos. O parlamentar explicou que, enquanto uma sacola de plástico demora de 100 a 400 anos para se decompor, uma sacola biodegradável feita de amido, por exemplo, se degrada em dois anos. Ele ainda defendeu a aprovação da matéria como forma de diminuir acidentes com animais marinhos e aves, que acabam consumindo plástico na natureza e acabam morrendo.   

Discutiram o projeto na tribuna as deputadas Roseane Jacoboski (PM), Betina Puntel (PEJR), Maria Cunha (PTG), Júlia Sasso (PMJC). O líder do PFT também retornou à tribuna para esclarecer as dúvidas levantadas. 

Produção de Mel
Por unanimidade (55 votos favoráveis), foi aprovado o PL 4/2019 , do PEJR, que institui o Programa de Incentivo à Diminuição e à Orientação do Uso de Agrotóxicos em Lavouras Próximas a Propriedades Produtoras de Mel no Estado do RS. A líder do partido, Emily Karnopp, defendeu a aprovação da matéria, lembrando que as abelhas são essenciais para a polinização de plantas e árvores. Falou ainda sobre as palestras de orientação para agricultores que também estão previstas no projeto.    

Ainda discutiram a matéria as deputadas Mariana Gonçalves (PTG), Amanda Basso (PMJC), Maxsuely Rost (PFT) e o deputado Michel Spindola (PM). Após as manifestações, a líder do PEJR retornou à tribuna para responder os questionamentos sobre a matéria.

Hortas comunitárias
A última proposição apreciada foi o PL 5/2019, do PM, que institui o Programa de Incentivo à Implantação de Hortas Comunitárias e Compostagem, que foi aprovado com 49 votos favoráveis e seis contrários. Defendeu o projeto na tribuna a líder do partido, Laura da Silva.

A parlamentar explicou que a implantação das hortas sem o uso de agrotóxicos será aberta a todos que quiserem plantar e colher os alimentos, estimulando o trabalho colaborativo, mas a preferência será dada a famílias carentes. Ainda citou que o uso de espaços públicos vazios para hortas poderá evitar que os locais acabem se tornando depósitos ilegais de lixo.

Também utilizar a tribuna para discutir o projeto as deputadas Carol Candido (PEJR), Julia Justo (PTG) e os deputados Tomás Variani (PMJC) e Luís Obalski (PFT). A líder do PM voltou a se manifestar sobre os questionamentos apresentados pelos colegas.

Comunicações
Após as votações, foi realizado o período das Comunicações. Cada partido escolheu um representante para utilizar a tribuna para relatar a experiência da escola no programa Deputado Por Um Dia. Falaram os deputados Bervick Maurente (PM), Mikael Teixeira (PTG), e as deputadas Ana Caroline (PEJR), Jaqueline Todeschini (PMJC) e Natacha Nascimento (PFT).

Deputado Por Um Dia
O programa Deputado por um Dia foi criado em 1999 para proporcionar a alunos das redes pública e privada, da 7ª série do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, a experiência de atuar como deputados, discutir e votar projetos de lei na Sessão Plenária do Estudante. Este ano, pela primeira vez, foi escolhido o tema do meio ambiente para os projetos de lei elaborados pelos estudantes.

Os participantes da 51ª edição do programa foram recebidos, pela manhã, pelo superintendente-geral da Assembleia, Marcelo Martinelli, e pela diretora da Escola do Legislativo, Gislaine Monza. A abertura oficial ocorreu no Teatro Dante Barone, com apresentação artística da ONG Sol Maior, projeto de inclusão de crianças e adolescentes através da música e dança, desenvolvido no Multipalco do Teatro São Pedro e também no bairro Humaitá, em Porto Alegre.

No fim da manhã, os estudantes participaram da reunião de líderes, na sala da Presidência, encontro que define semanalmente a pauta de projetos que estarão na Ordem do Dia para votação em plenário, conforme determina o Regimento Interno da Assembleia. A atividade foi conduzida pelo 2º vice-presidente da Casa, deputado Vilmar Zanchin (MDB).

Após o término da Sessão Plenária do Estudante, houve o encerramento da 51ª edição do programa Deputado Por Um Dia no Vestíbulo Nobre.

Próxima edição
Ainda durante a Sessão Plenária do Estudante, foram sorteadas as escolas que irão participar da 52ª edição do programa, que deve ocorrer em 2020. São elas:

  • Instituto Estadual de Educação Professor Isaías, de Santiago;

  • Escola Estadual de Ensino Médio Nossa Senhora da Assunção, de Caçapava do Sul;

  • Colégio Metodista Americano, de Porto Alegre;

  • Escola Estadual de Ensino Médio São Roque, de Carlos Barbosa; e

  • Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, de Barros Cassal.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Deputado Por Um Dia, sessão plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia
COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA, DESPORTO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
COMISSÃO DE CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS
COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA, DESPORTO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
RIO GRANDE EM PAUTA
» Veja mais

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30