BALANÇO 2019
Memorial: a porta de entrada para quem quer conhecer a História e visitar o Parlamento gaúcho
Olga Arnt - MTE 14323 | Agência de Notícias - 15:34 - 03/01/2020 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Celso Bender
Localizado na rua Duque de Caxias, 1029, no Centro Histórico de Porto Alegre, o Memorial do Legislativo é responsável pela visitação ao Plenário da Assembleia Legislativa e ao Solar dos Câmara. Em 2019, o órgão recebeu a visita de cerca de 5800 estudantes e professores de 210 escolas de diversos municípios gaúchos. Além disso, 580 turistas de várias cidades do Rio Grande do Sul (38%), de outros estados (56%) e de outros países (5,9%) e cerca de 80 pesquisadores frequentaram os espaços de pesquisa ou solicitaram informações.
 
A visita guaiada para grupos de no mínimo 15 e no máximo 40 pessoas tem duração média de 30 minutos em cada local (Memorial, Plenário e Solar dos Câmara). A atividade, que acontece de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h, precisa ser, previamente, agendada no endereço eletrônico www.al.rs.gov.br/memorial (aba Visitas Guiadas na AL).
 
O interesse pelo acervo do Memorial é expresso também pelos acessos virtuais. As visualizações de páginas do Portal do Memorial chegaram a 11.300 mil por mês em 2019.
 
Projetos
O Memorial desenvolve uma série de ações e projetos, que facilitam a pesquisa e o acesso a informações e documentos. É o caso do Gerenciamento Eletrônico dos Anais da Assembleia Legislativa, que permite a consulta, via internet, aos anais do Parlamento desde o ano de 1847. Para isso, basta acessar o endereço http://www2.al.rs.gov.br/memorial/PesquisaAcervo/tabid/6351/Defaut.aspx. A plataforma permite o cruzamento de dados e a busca direta de conteúdo nos documentos.
 
Outro projeto desenvolvido pelo Memorial é a Digitalização dos Processos de Emancipações. São 700 processos emancipatórios de municípios gaúchos disponíveis no endereço http://acervomemorial.al.rs.gov.br/index.php/emacipacoes-dos-municipios-do-estado-do-rio-grande-do-sul.
 
Para facilitar ainda mais o trabalho dos pesquisadores e internautas, o Memorial desenvolveu ainda o Projeto ATOM, que descreve os fundos documentais do acervo do órgão em forma de catálogo. Por meio dele, é possível verificar a existência de um documento sem a necessidade de deslocamento até o Poder Legislativo.
 
Organização de documentos
A Comissão Permanente de Avaliação de Documentos, dirigida pela coordenadora do Memorial, Débora Dornsbach Soares, iniciou o projeto de organização dos acervos físicos do Departamento de Gestão de Pessoas (DGP), que envolve desde questões relacionadas à infraestrutura para abrigar os documentos até a definição da interface do usuário.
 
Durante o ano, foram recolhidos ao Memorial, além dos documentos do DGP, quase 10 mil fitas DV-Cam e DVDs da TV Assembleia, documentos das comissões de Cidadania e Direitos Humanos e de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia e a transcrição de eventos que estavam custodiados pela Biblioteca Borges de Medeiros.
 
Eventos
O Memorial foi ainda palco de diversos eventos internos e externos durante o ano, como exposições, palestras, seminários, audiências públicas e cursos destinados aos servidores. O destaque ficou por conta da Exposição 30 anos da Constituição Estadual.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Memorial do Legislativo

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30