ARTIGO
Alimentação Saudável: compromisso de todos!
Miki Breier* | PSB - 11:03 - 10/12/2013

A cultura da modernidade renuncia a propor um uma civilização, um ideal de vida e de espírito, de certa forma, torna-se globalizada em estereótipos dos mais variados, sendo que muitas vezes os padrões de família, sociedade e consumo tornam-se uniformizados.

Vimos claramente, que os países com maior desenvolvimento econômico impõem seus paradigmas culturais, exemplificativamente, cita-se os Estados Unidos, onde há maior produção editorial, e cinematográfica do mundo, evidenciando sua capacidade de desenvolver interpretações, ideologias e visões deste mesmo mundo.

Neste sentido, a alimentação típica deste país, torna-se rotineira no Brasil. Alimentos como hot dog, hamburger, pretzel, entre outros, super calóricos, e com muito poucos nutrientes passam a integrar a lista de alimentos consumidos pelas famílias, tendo como principal consequência é o número de pessoas obesas, mesma na infância já se encontra a obesidade.

A principal consequência se evidencia no aumento do número de pessoas obesas, incluindo-se crianças, fazendo que políticas públicas sejam adotadas no país inteiro.

A alimentação saudável, e as consequências da má alimentação estão diretamente ligadas a saúde pública, por este motivo a nível nacional o Ministério da saúde instituiu a Política Nacional de Alimentação e Nutrição, através de Programas de Promoção e Alimentação Saudável, disponíveis em http:nutrição.saude.gov.br, a fim de propiciar e estimular a alimentação saudável.

No Rio Grande do Sul, a Lei 13.027 de dezesseis de agosto de dois mil e oito, dispõe sobre a comercialização de lanches e bebidas nas cantinas escolares, a fim de evitar que alimentos calóricos, com baixo valor nutricional, sejam comercializados, e potencializar a venda de frutas, e alimentos saudáveis, prevendo, inclusive sanções pelo descumprimento.

Referida legislação, visa a, sobretudo, a melhoria da qualidade de vida, a partir da alimentação saudável e equilibrada, principalmente, na infância, quando a influência por um modelo de comportamento é maior haja vista, que a personalidade encontra-se em desenvolvimento.

Vale mencionar, que a obesidade é crescente em todas as faixas de idade, segundo pesquisa do IBGE, está diretamente vinculada a renda, sendo que o grupo com maior concentração de peso dos adolescentes entre 10 e 19 anos cujo aumento de peso foi contínuo nos últimos 34 anos, com índices de 3,7 em 1974-75 passando para índices de 21,7 em 2008-2009, para jovens com sobrepeso, sendo que a obesidade foi registrada em 9,2 dos jovens de maior renda.

Desta forma, a preocupação com a alimentação saudável é uma obrigação de todos, e está relacionada a melhor qualidade de vida, especialmente, se considerarmos que a expectativa de vida neste Estado é de setenta e cinco anos de vida, torna-se indispensável adquirir cuidados alimentares a fim de se prevenir e combater doenças.

*Deputado Estadual (PSB)

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30