Dia Internacional da Mulher
Apesar das conquistas, temos muito a avançar
Zilá Breitenbach* | PSDB - 17:44 - 06/03/2015 - Edição: Celso Bender MTE 5771
A luta das mulheres por mais igualdade começou há muito tempo, e não tem prazo para acabar. Quem acreditaria, se no início do século, contássemos a um cidadão que as mulheres teriam direito a trabalhar fora do lar; direito ao voto; direito ao divórcio; direito a poder optar ou não por adotar o sobrenome do marido; de ser eleita e ocupar cargos eletivos de representatividade. Sim, devemos nos orgulhar.
 
Alcançamos muitas conquistas, arduamente viemos derrubando tabus, marcando presença em lugares antes restritos somente aos homens. A mulher submissa está cada vez mais deixando de existir, dando lugar à mulher batalhadora, independente, ciente de seus direitos perante à sociedade. Muitas são as conquistas alcançadas, mas ainda temos muito pelo que lutar e avançar. O preconceito, a discriminação, a violência, ainda estão presentes. Não podemos silenciar.
 
E já mostramos que filhos, marido, uma casa para cuidar e os eternos preconceitos não são barreiras intransponíveis para atingirmos sucesso profissional e realização pessoal. Aos poucos, provamos que temos tanta capacidade quanto o homem, por meio da nossa persistência, competência, criatividade, ousadia e maneira de encarar obstáculos. Por este motivo é necessário enaltecer a trajetória de todas as mulheres, sejam elas empresárias, donas de casa, profissionais liberais, servidoras públicas, professoras, profissionais da saúde, da segurança, da educação; a mulher do campo que está lá na propriedade rural, fazendo a diferença.
 
Independente de classe social, da cor, da escolaridade, todas merecem respeito e os parabéns pelo papel que cada uma desempenha e que auxilia no desenvolvimento do nosso Rio Grande e do Brasil. Nesta data especial – Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, não queremos ser somente homenageadas com flores, discursos e sermos exaltadas pelo nosso gênero. Queremos que esta data simbólica reforce a nossa agenda pelo fim da discriminação que ainda existe. Por uma maior inserção no meio político, tendo VOZ e VEZ, e que façamos valer a Constituição Federal que diz: homens e mulheres são iguais!
 
*Deputada Estadual
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30