ARTIGO
O permanente protagonismo do Parlamento na superação das crises
Edson Brum* | MDB - 16:24 - 15/04/2015
O dicionário de política organizado por Norberto Bobbio indica, no verbete “crise”, uma circunstância que tem começo, meio e fim. Seja de natureza financeira, administrativa ou política, nem sempre é fácil identificar seus limites. 

A crise que assola os cofres estaduais, por exemplo, se apresenta tão voraz que não se sabe ao certo onde começou nem onde irá parar. Muito antes que o Executivo justamente acendesse a luz vermelha, porém, a Assembleia Legislativa já fazia seu dever de casa.

Nos últimos anos, enxugamos despesas de toda sorte, desde custeio da máquina, redução de diárias até revisões de contratos com fornecedores e gastos com energia elétrica.  Como resultado, a Assembleia, que há dez anos representava 12 dias do orçamento do Estado, hoje se fixou em torno de 7,4.

A crise passa; o Estado democrático de direito, porém, permanece. Uma das únicas portas abertas durante os dias mais sombrios da ditadura militar, a Assembleia gaúcha não poderia agir diferente neste momento em que o Rio Grande passa por dificuldades financeiras. Mais que solidários, somos protagonistas do esforço.

Também ganha prioridade em nossa pauta a discussão de outro dos grandes clamores populares, a reforma política. Depois de realizarmos um grande fórum sobre o tema – com a presença de ministros, do vice-presidente da república e do presidente da Câmara dos Deputados - , demos prosseguimento ao debate.  Na última segunda-feira, estiveram sentados à mesma mesa parlamentares e dirigentes de todos os partidos aqui representados. Cada um apresentou suas posições sobre a reforma, unindo pontos de convergência que serão discutidos com bancada gaúcha do Congresso Nacional.

No próximo dia 24, estarão reunidos, em Porto Alegre, os 55 deputados estaduais, os 31 deputados federais e os três senadores do Rio Grande do Sul. Neste caso, o esforço é motivado pela crise política que instabiliza a governabilidade nacional faz urgente a implantação da reforma. Havendo disposição ao diálogo e ao trabalho, é certo que também esta crise logo será superada. Igualmente neste caso, estamos honrando a tradição deste parlamento e fazendo a nossa parte.

* Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30