COMISSÃO DE SEGURANÇA E SERVIÇOS PÚBLICOS
Solicitada interferência da Assembleia para construção de bacias de contenção de enchentes
Vicente Romano - MTE 4932 | Agência de Notícias - 08:38 - 11/06/2015 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Marcelo Bertani
Projeto precisa de realocação de recursos
Projeto precisa de realocação de recursos
A Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa realizou audiência pública, no início da noite dessa quarta-feira (10), para tratar da construção de bacias de contenção para armazenamento de grandes quantidades de água nos municípios de Canoas e Esteio. As duas cidades da região metropolitana de Porto Alegre têm sido atingidas, com relativa frequência, por alagamentos e enchentes. O encontro foi solicitado pelo deputado Marcel van Hattem (PP). Conforme secretários municipais e vereadores dos municípios, as obras ainda necessitam de aprovação do Ministério das Cidades. Eles pediram a interferência dos parlamentares para a solução do problema.

Inicialmente o presidente da Comissão, deputado Nelsinho Metalúrgico (PT) saudou os presentes e afirmou que o assunto é grave, na medida que as enchentes acontecidas nos últimos anos prejudicou diretamente a população local e indiretamente a economia da região. “Além das comunidades diretamente atingida, os alagamentos se estenderam para outras cidades da região”, alertou. Ele explicou que desde 2013, as administrações dos dois municípios formaram um Grupo Técnico (GT), que inclui a Metroplan e Secretaria de Obras do Estado, para tratar do assunto. A seguir, ele convidou a secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Esteio, Joceane Gasparetto, para apresentar o projeto.

Projeto
Ela explicou que no ano passado foi a apresentado ao Ministério das Cidades um projeto para a construção de bacias de contenção para o controle de inundações dos arroios Sapucaia e Guajuviras. As bacias se localizariam em uma área de 64 hectares no município de Canoas, com uma capacidade de retenção de mais de 1 milhão e trezentos mil metros cúbicos. O representante da Metroplan, arquiteto e urbanista Jayme Ricardo Keunecke, reforçou os esclarecimentos da secretária, acrescentando que o valor das obras são de 258 milhões de reais e que os recursos seriam deslocados de outros projetos desativados por problemas técnicos. “Assim, com fonte prevista de recursos, o que faltaria é o Ministério das Cidades aceitar esta realocação para as obras na região”, atestou.

Manifestações
Por sua vez, o secretário de Desenvolvimento Urbano de Canoas, Guilherme Ortiz, pediu que os deputados da Comissão ajudassem a solucionar o entrave existente. A presidente da Associação Comercial e Industrial e de Serviços de Esteio (Acise), Alice Grecchi pediu, ainda, que os parlamentares examinassem a construção da BR 448, que, segundo ela, é determinante para que os efeitos das enchentes sejam ainda mais dramáticos.

Também se manifestaram, o secretário de Meio Ambiente de Canoas, Carlos Atílio Todeschini, o representante da Secretarias de Obras do Estado, Guido Bamberg, os vereadores de Esteio, Bia Lopes, Leonardo Dahmer, Marcelo Pereira, Leonardo Pasqual e o representante da bancada do PTB na Assembleia, Randolfo Vieira Jr.

Deliberações
O deputado Marcel van Hattem, a partir das manifestações, propôs que a Assembleia Legislativa, em um primeiro momento, encaminhasse cópia da ata da audiência pública para a bancada gaúcha no Congresso Nacional e para os ministérios das Cidades, Planejamento e Integração Nacional. “Se em um prazo razoável não nos for dada uma resposta positiva a solicitação, deveremos ir a Brasília e pressionar as autoridades federais”, sintetizou. De pronto, o presidente Nelsinho Metalúrgico aceitou a proposição e complementou incluindo o Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) para receber o registro do encontro.

Assistiram a audiência lideranças políticas, comunitárias e empresariais dos municípios envolvidos.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissão de Segurança e Serviços Públicos

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30