ARTIGO
Maturidade política e reforma do Estado
Tiago Simon * | MDB - 14:47 - 22/06/2015

Faz muito tempo que o país debate a natureza do Estado brasileiro e quais são as reformas necessárias para colocá-lo à altura dos desafios postos para o seu desenvolvimento sustentável. Mas este tema ganha sempre urgência, quando a economia se retrai e os governos enfrentam crises de financiamento, como foi nos anos oitenta e noventa do século passado. Como é hoje.

Entretanto, apesar da “sazonalidade” do debate e da polarização ideológica que invariavelmente ele provoca, muitos têm sido os avanços experimentados em vários estados e municípios, que tiveram a coragem de inovar: estímulo à participação da sociedade – indivíduos, ong’s e empresas – no financiamento e gestão de projetos nas áreas da educação, saúde, cultura, infraestrutura; estímulo à produtividade dos servidores públicos, por meio de promoções e gratificações sustentadas em indicadores e metas; modernização da gestão, através de Escolas de Governo e da adoção de ferramentas que racionalizam os procedimentos da administração pública e obtém resultados com ganhos de eficiência e eficácia na execução de projetos, melhorando o ambiente social dos municípios e impulsionando a economia local.

Agora mesmo, o Estado do RS enfrenta mais uma das suas crises cíclicas de financiamento, resultado das dificuldades de sucessivos governos em acordar reformas estruturais, capazes de proporcionar um salto de qualidade gerencial e de fomentar uma cultura de controle dos resultados, produtividade do serviço público e de proximidade com os cidadãos que, de fato, são os que utilizam e podem avaliar a qualidade dos serviços públicos.

Penso que devemos buscar as saídas possíveis para o problema da dívida pública e fortalecer o Estado nas suas funções essenciais e na sua ação reguladora - nos marcos de uma economia de mercado – qualificando-o para a promoção de políticas de desenvolvimento em conjunto com outros setores, através de parcerias e concessões, a exemplo do que tem feito o governo federal.

Para isso, precisamos estar dispostos a celebrar acordos mútuos, longe da polarização, que tem caracterizado este debate e condenado o RS à estagnação. A hora é de maturidade política para fazermos a tão prometida reforma do Estado.

* Deputado Estadual

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30