ARTIGO
Pela consolidação do transporte ferroviário no Rio Grande do Sul
Juliano Roso* | PC do B - 17:25 - 04/08/2015
A obra, que vai ligar o Pará ao Porto de Rio Grande em um traçado de 4,5 mil quilômetros, deve dar fôlego ao transporte ferroviário no Rio Grande do Sul e melhorar a competitividade da economia gaúcha. Com o trecho definido recentemente, a obra deve melhorar os custos com logística e desafogar as rodovias das regiões por onde passar. Só para efeito de comparação, um vagão graneleiro leva 100 toneladas de carga, enquanto que para transportar essa mesma quantidade de protudos são necessários 3,5 caminhões. 
 
O resultado: rodovias lotadas. O trecho de 480 quilômetros entre Cruz Alta e Rio Grande, principal corredor de transporte de grãos do Estado, que passa pelas BRs 158 e 392, recebe o triplo de caminhões entre março e maio (período pós-colheita), segundo a Polícia Rodoviária Federal. Por dia, nesse período, circulam em média 5 mil caminhões causando perigo e estragos na malha rodoviária. Com 90% da safra transportada por caminhões, a economia gaúcha perde competitividade, seja pela lentidão ou, até mesmo, pela perda de grãos durante o trajeto. Um estudo da Farsul apontou que ao longo das estradas, tem-se uma perda de grãos entre 9 e 11%. Esse mesmo estudo mostra que custa mais caro levar a soja de Cruz Alta a Rio Grande do que de Rio Grande à China.

Por isso, depois de anos sem qualquer investimento no setor, na última década de cada R$ 100 investidos no transporte de cargas no Rio Grande do Sul, R$ 96 foram colocados em obras de rodovias e nada em ferrovias. Por isso, faz-se urgente abraçar o apoio a consolidação do projeto da Ferrovia Norte-Sul além de somar forças para que esse investimento se concretize e colabore com o desenvolvimento gaúcho. Então, o Parlamento Gaúcho subscreve essa carta pedindo a inclusão do trecho sul da ferrovia no Plano Nacional de Concessões, assinado recentemente pela presidente Dilma Rousseff, e manifesta que essa obra inicie a partir do Porto de Rio Grande ao norte brasileiro.
 
* Deputado Estadual
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30