ARTIGO
O uso de energia solar
Marcelo Moraes* | PTB - 16:13 - 14/06/2016
Cada vez aumenta mais a demanda por abastecimento energético. Ultimamente aumentos absurdos no preço da energia elétrica tem deixado a todos desorientados. É aí que a energia solar surge como uma das alternativas mais promissoras, pois o sol é fonte renovável e inesgotável. O futuro da energia pode ser mais sustentável do que se pensa. Ao se unir uma fonte que temos de sobra no Brasil - o sol, ao metal que é reciclável - o alumínio, pode-se produzir painéis fotovoltaicos (energia produzida a partir de luz solar) para gerar energia ecologicamente correta.
 
Quem sabe com o tarifaço nas contas de luz, fruto da gestão temerária do setor pelo governo federal, se favoreça a viabilidade da energia solar e o Brasil dedique atenção à fonte mundial alternativa que mais cresce. Na América do Sul, o Chile está na frente, com 400 megawatts. O Brasil projeta alcançar tal marca só em 2021. A energia solar nem aparece na matriz brasileira: 70,6% são gerados por hidrelétricas, 18,3% por carvão, petróleo e gás natural, 7,6% por biomassa, 2,4% por combustível nuclear e 1,1% por ventos (dados de 2013). Ao apresentar o projeto de lei nº 240/15, que institui a Política Estadual de Incentivo ao Aproveitamento da Energia Solar (aprovado por unanimidade) considerei que existe muito pouco ou quase nada para facilitar o uso desta energia no Estado.
 
O objetivo é de estimular a geração de energia solar, racionalizar o consumo de eletricidade e de outras fontes e implantar sistemas ecologicamente corretos. Com isso, buscamos alternativas de emprego e renda, criar linhas de financiamento, apoiar a implantação e o desenvolvimento de projetos que contemplem, como fonte subsidiária, a utilização da energia solar.
 
Vamos estimular as parcerias entre os órgãos municipais, estaduais e federais para o uso e a comercialização dos produtos da energia solar, identificar áreas com dificuldades de abastecimento ou falta de eletricidade a ser suprida com energia gerada através de painéis solares incentivando a pesquisa tecnológica e a assistência técnica. A energia solar aliviará a dependência de termelétricas e hidrelétricas, que costumam demorar anos ou até décadas para ficar prontas e geram energia cara.
 
*deputado estadual (PTB)
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30