ARTIGO
O uso de energia solar
Marcelo Moraes* | PTB - 16:13 - 14/06/2016
Cada vez aumenta mais a demanda por abastecimento energético. Ultimamente aumentos absurdos no preço da energia elétrica tem deixado a todos desorientados. É aí que a energia solar surge como uma das alternativas mais promissoras, pois o sol é fonte renovável e inesgotável. O futuro da energia pode ser mais sustentável do que se pensa. Ao se unir uma fonte que temos de sobra no Brasil - o sol, ao metal que é reciclável - o alumínio, pode-se produzir painéis fotovoltaicos (energia produzida a partir de luz solar) para gerar energia ecologicamente correta.
 
Quem sabe com o tarifaço nas contas de luz, fruto da gestão temerária do setor pelo governo federal, se favoreça a viabilidade da energia solar e o Brasil dedique atenção à fonte mundial alternativa que mais cresce. Na América do Sul, o Chile está na frente, com 400 megawatts. O Brasil projeta alcançar tal marca só em 2021. A energia solar nem aparece na matriz brasileira: 70,6% são gerados por hidrelétricas, 18,3% por carvão, petróleo e gás natural, 7,6% por biomassa, 2,4% por combustível nuclear e 1,1% por ventos (dados de 2013). Ao apresentar o projeto de lei nº 240/15, que institui a Política Estadual de Incentivo ao Aproveitamento da Energia Solar (aprovado por unanimidade) considerei que existe muito pouco ou quase nada para facilitar o uso desta energia no Estado.
 
O objetivo é de estimular a geração de energia solar, racionalizar o consumo de eletricidade e de outras fontes e implantar sistemas ecologicamente corretos. Com isso, buscamos alternativas de emprego e renda, criar linhas de financiamento, apoiar a implantação e o desenvolvimento de projetos que contemplem, como fonte subsidiária, a utilização da energia solar.
 
Vamos estimular as parcerias entre os órgãos municipais, estaduais e federais para o uso e a comercialização dos produtos da energia solar, identificar áreas com dificuldades de abastecimento ou falta de eletricidade a ser suprida com energia gerada através de painéis solares incentivando a pesquisa tecnológica e a assistência técnica. A energia solar aliviará a dependência de termelétricas e hidrelétricas, que costumam demorar anos ou até décadas para ficar prontas e geram energia cara.
 
*deputado estadual (PTB)
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30