ARTIGO
O Brasil que dá certo
Sérgio Turra* | PP - 09:24 - 29/06/2016

Nos últimos tempos, o agronegócio vem ocupando um espaço cada vez maior na imprensa brasileira. Do Jornal Nacional às capas das revistas semanais; das páginas dos grandes jornais aos sites de notícias, o agronegócio tem sido apresentado ao público urbano como o único setor da economia que cresce em meio à recessão acumulada de mais de 5%. Que gera empregos no campo e na cidade. E que exporta cada vez mais grãos, carnes ou frutas, trazendo algum alívio à balança comercial do país. 

É como se, de repente, o Brasil urbano tivesse se dado conta de que existe, por trás de quase tudo que consumimos no nosso dia a dia, um outro país – até então invisível.

Um Brasil que acorda cedo para ordenhar o gado leiteiro. Que ara, semeia e maneja rebanhos sob sol escaldante ou frio abaixo de zero. E que colhe safras recordes com máquinas sofisticadas, trabalhando até altas horas da noite.

O resultado deste esforço de milhões de famílias anônimas nem sempre é percebido por quem vive nas metrópoles. Mas está presente em todas as horas do nosso dia. No pão, no queijo, no suco ou nos ovos mexidos do café da manhã. No algodão do uniforme escolar. No cobertor de lã que nos aquece no inverno. Na pasta de couro do executivo. No perfume da modelo famosa. Nos remédios. No tanque de combustível dos automóveis. Nos vinhos que alegram as festas. Na receita do chef estrelado.

De onde vem a matéria-prima para todos esses produtos? Aliás, é cada vez mais frequente chefes de cozinha famosos prestarem homenagens em seus programas de TV aos anônimos produtores rurais que lhes fornecem os ingredientes de suas criações. No Brasil, como acontece na França ou na Itália, os consumidores já entendem que também a requintada gastronomia dos restaurantes badalados é uma extensão da agricultura...

Mas, claro, ainda há quem critique o agronegócio, por razões obviamente ideológicas. Felizmente, quem pensa assim está cada dia mais isolado, pregando ao vento. Porque a imensa maioria da população brasileira que vive nas grandes cidades reconhece o valor do agronegócio em nossas vidas.

*Deputado Estadual

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30