ARTIGO
Terceira pista em todas as rodovias
Aloísio Classmann* | PTB - 10:15 - 01/07/2016
O ideal era termos a grande maioria de nossas rodovias estaduais duplicadas, bem sinalizadas e conservadas. Isto é praticamente um sonho, mas tenho esperanças de que, no futuro, conseguiremos alcançar este objetivo. Enquanto isso, venho defendendo a implementação da terceira pista em pontos críticos das estradas.
 
Apresentei, para este fim, o projeto de lei 209/2014, que cria o Programa de Implementação da Terceira Faixa em Rodovias Estaduais. Também protocolei a emenda 18 à Lei de Diretrizes Orçamentárias(LDO), que prioriza a conservação e a implementação da 3ª pista nas estradas gaúchas. A proposta foi acolhida pelos colegas parlamentares em Plenário.
 
Ela busca dar fluidez ao tráfego e diminuir a letalidade em acidentes nas rodovias gaúchas. A ideia é de estabelecer mais do que um instrumento para escoar a produção, mas de melhora no fluxo de veículos e para proteger vidas tentando frear os altos índices de mortalidade por acidentes. Sabemos que as ultrapassagens originam um risco inerente às rodovias. O Estado não pode se ausentar da responsabilidade dos riscos de acidentes e nem dos elevados índices de acidentes. Caminhões, os chamados cargas pesadas, não conseguem desenvolver uma velocidade compatível com o tráfego seguido pelos veículos leves.
 
A construção de uma terceira faixa é uma saída nesses trechos considerados críticos. Ela é destinada aos veículos mais lentos. A potencialidade para evitar acidentes é evidente e urge que o poder público lance mão desse instrumento como mais uma política pública voltada à segurança do tráfego. Sugiro que a Secretaria Estadual dos Transportes realize o Programa de Implementação da Terceira Faixa começando pelos trechos das rodovias em que ocorre o maior número de acidentes, que possuam poucos pontos de ultrapassagem e tenham aclives que reduzam drasticamente a velocidade.
 
Daqui para frente, qualquer rodovia a ser construída deverá ter no mínimo uma terceira faixa em seus pontos críticos. Estudo desenvolvido pela Universidade de São Paulo (USP), sobre critérios para a implantação de faixas adicionais sem rampas ascendentes das rodovias brasileiras, concluiu que 78% da variação na taxa de envolvimento de caminhões em acidentes podia ser explicada pelo tráfego em pista simples. O índice cairá apenas com a inserção de mais uma pista de rodagem. Esta é a contribuição que a terceira faixa poderá dar!
 
*Deputado Estadual
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30