ARTIGO
Mulheres: Vamos fazer a diferença?!
Zilá Breitenbach* | PSDB - 10:23 - 14/07/2016 - Foto: Marcelo Bertani

 O Brasil precisa avançar na participação da mulher na política. Conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apesar de termos avançado nas eleições municipais de 2012, com um aumento de 9,56% em relação à eleição municipal de 2008 no número de candidatas a prefeita ou vereadora, ainda estamos abaixo dos índices mundiais.

Estão ocorrendo avanços, graças à união das mulheres que hoje atuam no meio político, tanto no poder Executivo quanto no Legislativo, que com o apoio da Justiça Eleitoral e da sociedade têm lutado por garantias que estimulem e aumentem a participação das mulheres na vida política.
 
Na Minirreforma Eleitoral (Lei nº 12.891/2013), foi introduzido na Lei das Eleições o art. 93 - A, que autoriza o TSE no período compreendido entre 1º de março e 30 de junho dos anos eleitorais, em tempo igual ao disposto no art. 93 desta Lei, a promover propaganda institucional, em rádio e televisão, destinada a incentivar a igualdade de gênero e a participação feminina na política.

Já com a promulgação da nova Minirreforma Eleitoral (Lei 13.165/2015), fica garantido, nas duas eleições posteriores, que 20% dos programas e inserções de rádio e televisão sejam destinados a promoção da participação feminina.

Avanços ainda tímidos, mas que contribuem para ampliar a participação efetiva da mulher em cargos eletivos dando a essas condições de não serem apenas candidatas para preencher o quantitativo determinado pela Lei Eleitoral, mas sim concorrer de forma mais igualitária com os homens, tendo condições de serem eleitas.

Nas eleições municipais de 2012, em todo o Brasil foram eleitas 657 candidatas para as prefeituras, o que corresponde a 11,84% do total de eleitos. Para as Câmaras Municipais de Vereadores foram eleitas 7.630 mulheres, o equivalente a 13,32% dos escolhidos. Encerro este artigo com esses números e um desafio: Mulheres, vamos fazer a diferença e ampliar estes índices aumentando nossa representatividade?

 *Deputada estadual e presidente do Fórum das Mulheres da União de Parlamentares Sul Americanos e do Mercosul (UPM)

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30