Artigo
A sociedade quer uma Escola sem Partido
Marcel van Hattem* | PP - 14:31 - 15/08/2016

“Fui expulso da aula de Sociologia por defender o livre mercado e um Estado menor – e a professora, do PCdoB, doutrinando os alunos a seguirem Marx e Lenin.” “Induzido sempre pelos professores de História, saí da escola achando que socialismo era paraíso e capitalismo era opressão.” “Já sofri muita doutrinação. Fico à disposição da ZH para relatar tudo.” Esses relatos são uma pequena amostra de casos de doutrinação ou defesa partidária feita por professores dentro de sala de aula. Retirei essa amostra dos mais de mil comentários que recebi quando solicitei que meus seguidores no Facebook contassem casos de doutrinação. São histórias de uma prática já disseminada em escolas e universidades públicas e privadas.

Paulo Germano, no artigo “A ideologia do professor” (ZH de 2/7), declarou que meu projeto teria como único motivo evitar que professores manifestassem “opinião diferente” da minha. Terrível equívoco! Muito antes pelo contrário: o projeto “Escola sem Partido” prevê justamente que o professor abranja o conteúdo com pluralidade, abordando todos os diferentes pontos de vista. A ideia é impedir que professores doutrinem ideologicamente seus alunos, garantindo-lhes o direito e o dever de ensinar sobre tudo que diz respeito à sua matéria. A lei afetará somente a minoria docente que se tem dedicado a moldar suas abordagens, recortando e distorcendo fatos, ocultando boa parte do conteúdo e direcionando os alunos para o brete ideológico e partidário. A maioria de professores, portanto, só tem a ganhar com esse reforço a seus direitos e deveres.

Desde que protocolei o projeto Escola Sem Partido, centenas de pais, alunos e mesmo professores mandam relatos desesperados, denunciando professores que usam desse expediente ilegal. Pais, alunos e professores precisam de um canal de comunicação para se pronunciarem. É o que estabelece o projeto: a Secretaria da Educação do Estado poderá criar uma ouvidoria para receber as inconformidades e, assim, tomar as medidas cabíveis. Tudo por uma escola que forme e informe de forma plural. Simples assim.

*Cientista político e deputado estadual

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30