SESSÃO PLENÁRIA
Pronunciamentos na tribuna nesta quinta-feira
Renato Chiappini Annes - MTE 4146 | Agência de Notícias - 16:53 - 10/11/2016 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Marcelo Bertani
Deputado Vilmar Zanchin foi o primeiro parlamentar a se manifestar na tribuna
Deputado Vilmar Zanchin foi o primeiro parlamentar a se manifestar na tribuna
Confira o resumo dos pronunciamentos dos deputados durante o período das Comunicações, na sessão plenária do Parlamento gaúcho desta quinta-feira (10). A íntegra das manifestações pode ser ouvida no endereço www.al.rs.gov.br/legislativo, em áudios das sessões.

Vilmar Zanchin (PMDB) destacou o movimento realizado pelas federações estaduais dos municípios, aqui no Estado liderado pela Famurs, pela busca de recursos oriundos da repatriação de dinheiro enviado irregularmente ao exterior. Destacou que a parcela que cabe ao Rio Grande do Sul é de R$ 72 milhões e que os 497 municípios gaúchos receberão R$ 356 milhões. Também cobrou do governo mais agilidade na execução das obras da RS 324, que liga Nova Prata a Passo Fundo, a qual precisa de manutenção, reparos e de um projeto para sua duplicação, além da regulamentação do programa de concessão da rodovia.

Tarcísio Zimmermann (PT) destacou sua participação, na Câmara de Vereadores de Viamão, ontem (9) à noite, em uma audiência pública sobre a “famigerada PEC 241” e a medida provisória de regulamentação do ensino médio no país. Na oportunidade, pode constatar, conforme salientou, a preocupação dos jovens viamonenses e dos estudantes do Instituto Federal que funciona há dois anos naquele município com estas medidas que o governo pretende implementar. E diante do que considerou um “conjunto de maldades imposto por este governo golpista”, destacou a necessidade de mobilização da sociedade, incluindo, se preciso for, uma greve geral no país.

Regina Becker Fortunati (Rede) denunciou o episódio ocorrido no último dia 7, em Tenente Portela, quando cerca de 200 porcos, de um total de 480, morreram, por negligência de uma pessoa que detinha a criação destes animais os quais, em razão de uma disputa judicial, deixaram de ser alimentados.  Protestou por serem ainda os animais tratados como mercadorias e destacou a necessidade da Assembleia Legislativa contribuir para políticas públicas para os animais. “Não podemos mais nos calar diante de tantas atrocidades cometidas”, frisou.

Tiago Simon (PMDB), embora salientando não ser adepto da austeridade fiscal como um programa de governo, comentou, entretanto, ser imperativo que se considere que o país vem de um descompasso histórico entre despesa e receita, gerando um déficit e que vem causando uma série de desequilíbrios nocivos à economia nacional. E criticou pronunciamentos que vem sendo realizados por deputados oposicionistas no Rio Grande do Sul, com relação à PEC 241 dos gastos públicos, em que tentam imputar a destruição do país a este governo de transição recém empossado. “Me parece uma incapacidade de compreender a realidade, uma tentativa de negação da realidade, de enxergar em que situação o atual governo recebeu a economia e as finanças públicas”, observou, salientando, também, estranhar o silêncio dos esquerdistas diante dos “maiores escândalos de corrupção no país, praticados pelo PT”. Para Simon, as últimas eleições foram “a resposta da democracia”. E afirmou que o desejo de todos os brasileiros, agora, é realmente conseguir avançar na superação para um novo patamar de debate político, já que “estamos refém de um debate maniqueísta, pautado por referências ideológicas ultrapassadas e que em muitas vezes não se pauta pela realidade dos fatos, mas por símbolos. O grande desafio – afirmou ao concluir – é conseguir enfrentar a necessidade de construção de uma agenda de país”, destacando acreditar que o governo Temer, por todos os sinais que vem apresentando, significa a retomada de um modelo de desenvolvimento, com capacidade de atração da iniciativa privada para fomentar os grandes empreendimentos, a fim de que se possa alavancar o desenvolvimento do país.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30