ARTIGO
Voto distrital: Aproxima você da política e dos políticos
Marcel van Hattem* | PP - 18:08 - 09/01/2017
Motivado pelo artigo “Voto distrital aproxima o eleitor com o eleito”, publicado no Jornal NH, escrevo para indicar o meu total apoio à proposta. No momento em que discutimos o excesso de gastos do Estado e a maneira mais transparente para o financiamento de campanhas eleitorais, vejo o voto distrital como um aliado para a readequação da atividade política.
 
Com exceção das eleições municipais, é extremamente difícil que um candidato seja eleito sem que rode milhares de quilômetros durante uma campanha. Isso se dá não apenas porque o candidato da região precisa buscar votos fora dela, mas justamente porque candidatos de outras regiões vêm à nossa buscar votos para si. É a lógica.
 
E a lógica diz também que todos os deputados depois eleitos acabam focando nas regiões em que mais buscaram votos, fazendo de eleitores mais distantes um instrumento adicional para a eleição do que dignos representados no Parlamento. Não existe outra forma de melhorar a gestão pública senão pela política - e, para melhorar a política, o cidadão precisa sentir-se mais próximo do seu representante. O eleitor passaria a ter consciência de quem efetivamente é o responsável pelas demandas da sua região.
 
E os partidos, ao terem a opção de indicarem apenas um candidato por região - ou distrito eleitoral -, acabam vendo lideranças realmente comprometidas com seus representados surgirem onde mais importa: na base. Este é o momento para buscarmos os melhores caminhos para o futuro do país, tão populoso e diverso enquanto, ao mesmo tempo, está representado na vocação de cada diferente comunidade, município e região. A adoção do voto distrital é um destes caminhos, parabéns ao Grupo Sinos por, mais uma vez, abordar este tema que conta com todo meu apoio!
 
*Deputado estadual e cientista político
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30