ARTIGO
Chegou a hora da depuração
Sérgio Turra * | PP - 14:43 - 17/04/2017

Os últimos episódios da política conduziram o país para um patamar inédito de indignação e descrença. Uma lista enorme de pessoas, dos mais diversos partidos, aparece associada a atos de corrupção. Há que se ter cautela, pois centenas de investigações ainda estão começando. Os indícios são fortes, mas somente a Justiça poderá dizer se eles representam a verdade. No entanto, a população anseia por respostas. Está cansada da velha política e dos acordões. Quer atitudes efetivas para combater as práticas espúrias e restaurar a confiança nos agentes públicos. 

A classe política, especialmente, precisa fazer uma inflexão com urgência. Não basta mais que apontemos os dedos para o lado. Temos de olhar para nosso umbigo e exercer a devida autocrítica, tomando iniciativas que restabeleçam a credibilidade no sistema político e fortaleçam as bases da democracia.

 Nesse sentido, o Partido Progressista do Rio Grande do Sul marcou posição na última convenção nacional. Em discurso do presidente Celso Bernardi, firmamos nosso total apoio à Lava Jato, às medidas de combate à corrupção e ao fim do foro privilegiado. Defendemos ainda a reforma política, com a cláusula de desempenho, o voto distrital misto e o fim das coligações proporcionais.

 Somos contra o voto em lista fechada, que apenas tornaria o sistema mais viciado – ao aumentar a distância entre representantes e representados e reforçar o poder dos donos dos partidos. Ora, a sensatez nos indica exatamente o caminho oposto. Se a conexão da população com os eleitos já está por um fio, imaginem como ficaria quando os votos forem em uma sigla, e não em uma pessoa. Estudos da Universidade de Yale mostram que esse sistema é o que registra, pelo mundo afora, os mais altos níveis de corrupção.

 Fazer política não deve ser motivo de vergonha. Aqueles que a envergonham é que precisam ser repelidos, respondendo aos rigores da lei, seja qual for sua bandeira. Não podemos ter corruptos de estimação: a régua moral que mede os outros deve também medir os nossos, sem exceções. A hecatombe que vivemos hoje no país tem de servir como oportunidade para uma grande depuração. Em vez do desânimo, tenhamos iniciativa e coragem de mudar. A hora de agir é agora.

 

* Deputado Estadual

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30