ARTIGO
Tragédia da TAM: 10 anos de impunidade
Lucas Redecker | PSDB - 16:08 - 19/07/2017

Há exatos dez anos, no dia 17 de julho de 2007, o airbus JJ 3054 da TAM derrapou na pista molhada do aeroporto de Congonhas e explodiu ao se chocar contra um prédio. O desastre foi causado por vários fatores: a liberação irresponsável das obras da pista, mesmo sem a realização do serviço de grooving; a equivocada decisão de não desviar o avião para outro aeroporto, mesmo com as péssimas condições de atrito e frenagem da pista molhada, bem como o reverso pinado de uma das turbinas, o que levou à perda de controle da aeronave. Neste acidente, 199 pessoas perderam a vida. Entre elas, meu pai, Júlio Redecker.

De lá para cá, restou a saudade e a impunidade. Recentemente, a Justiça Federal absolveu, em segunda instância, todos os acusados de responsabilidade criminal no acidente de Congonhas. Mesmo admitindo que os acusados assumiram o risco de um acidente por liberar a pista antes da conclusão das obras e por não tomar medidas para melhorar as condições de segurança no aeroporto, o juiz argumentou que, devido a operação inadequada dos manetes de potência por parte dos pilotos, o acidente aconteceria de qualquer jeito.

Esta trágica sequência de fatos não deixa de ser uma metáfora sobre o Brasil e o tipo de país que construímos, pois todas as crises, a exemplo das atuais, não aconteceram por acaso ou de uma hora para outra. Todas iniciaram lá atrás, a partir de decisões erradas. E sobre elas, houve aqueles que nos alertaram, exibindo provas incontestáveis. Infelizmente, os interesses de alguns tem se sobressaído ao bem de todos. Acredito e espero que isso vá mudar e que as pessoas estão acordando, percebendo a importância da participação ativa no processo político.

Ainda acredito que seja possível fazer Justiça. A responsabilização dos culpados não trará ninguém de volta, mas certamente aliviará a dor daqueles que, como eu, perderam um familiar e servirá, sim, como exemplo. Espero que não ocorra mais o que aconteceu a diversas famílias, de estarem esperando o seu familiar no aeroporto e nunca mais o verem, além de esperar por diversos anos para que os culpados sejam punidos.

*Deputado estadual (PSDB)

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30