ARTIGO
O Rio Grande do Sul rumo ao abismo
Nelsinho Metalúrgico* | PT - 17:10 - 03/08/2017

O Governador Sartori busca, desesperadamente a adesão ao plano de “Regime de Recuperação Fiscal”, proposto pelo governo federal. Mais uma irresponsabilidade. O plano prevê a antecipação de receita federal mediante a privatização das empresas públicas do Rio Grande do Sul. Em troca a União suspende a cobrança da dívida por três anos. Com o adiamento dos pagamentos, que serão acumulados e acrescidos de juros e encargos, a dívida vai aumentar em 25 bilhões de reais neste período. Passados os três anos desta negociação, as prestações da dívida voltarão ainda maiores que as atuais, sem o limitador de 13% da receita liquida como teto para o valor das parcelas.

Com a precarização dos serviços prestados pelo estado, já estamos vivendo o caos na segurança pública, na saúde, no magistério, cujos servidores já tem os salários parcelados. Com este plano de recuperação fiscal, Sartori empurra o RS para o abismo.  Reajustes salariais serão congelados e sem as empresas públicas não teremos garantia de desenvolvimento regional.  Além de tudo, em 2018 termina o prazo da lei que aumentou o ICMS, diminuindo a arrecadação. Vamos viver a miséria e a violência que hoje destroça o Rio de Janeiro e o Espírito Santo.

Alternativas existem para poupar a sociedade gaúcha deste crime. Sartori deveria, por exemplo, negociar as compensações da Lei Kandir, que isenta de ICMS a exportação de produtos primários e semielaborados. O RS perde anualmente 3,9 bilhões de reais com esta lei e já acumula um crédito de 45 bilhões de reais com o governo federal.

O governador desdenha dos valores do nosso estado. Sequer se manifesta a respeito da destruição da indústria naval e agora quer associar-se a Temer num pacto macabro, contra a nossa economia e contra o nosso futuro. O povo gaúcho precisa estar unido contra este plano, que nada mais é do que um projeto eleitoreiro,  prevendo a campanha de 2018. Trata-se de uma bomba relógio que vai estourar na mão das próximas administrações.

* Deputado estadual

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30