PRÊMIO FOLHA VERDE 2017
Comissão Julgadora escolhe os vencedores do Prêmio Folha Verde
Vicente Romano - MTE 4932 | Agência de Notícias - 16:38 - 23/10/2017 - Edição: Celso Bender - MTE 5771 - Foto: Marcelo Bertani

A Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa escolheu, na tarde desta segunda-feira (23), os vencedores dos doze setores do Prêmio Folha Verde/2017. A Comissão Julgadora, formada por jornalistas e representantes dos poderes públicos estaudual e federal, ligados ao setor, selecionou, em reunião aberta ao público, os vitoriosos entre as 98 indicações, de 21 deputados.

A homenagem é concedida pela Assembleia Legislativa a pessoas, instituições e empresas que trabalham para garantir o crescimento do setor agropecuário e o desenvolvimento da economia gaúcha. O Prêmio Folha Verde, uma das maiores distinções do Legislativo gaúcho, está na 7ª edição.

Comandada pelo presidente da Comissão de Agricultura, deputado Adolfo Brito (PP), a votação ocorreu na sala José Lutzemberger, 4º andar do Palácio Farroupilha, sede do Parlamento, em Porto Alegre. Antecipadamente, os julgadores receberam da secretaria da Comissão manual contendo informações detalhadas sobre as indicações, regulamentação do Prêmio e critérios para apuração dos votos e o registro de todos os integrantes da Comissão Julgadora.

Ao inciar a reunião, o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Adolfo Brito, agradeceu a presença de 14 dos 15 integrantes da Comissão Julgadora e apresentou os critérios adotados à votação dos indicados. Brito informou que, como coordenador, só votaria em caso de empate, após todos os critérios de desempate serem esgotados. Ele destacou o expressivo número de indicações ao Prêmio. “Além disso, podemos constatar o número significativos de novos indicados, o que indica a renovação do setor. Já o deputado Sérgio Turra (PP) comentou a importância do reconhecimento da Assembleia Legislativa “para aqueles que só trazem boas notícias ao RS”.

O processo de votação se constituiu em declaração oral de cada um dos julgadores em um dos indicados para cada setor. Em quatro oportunidades, integrantes da Comissão Julgadores se abstiveram de votar por terem, de alguma forma, relação com os indicados. A distinção será entregue durante solenidade no dia 4 de dezembro, às 16h, no Teatro Dante Barone.

Setor/Vencedor

1. Agrícola: Cooperativas de Crédito Rural com interação Solidária – Cresol Central SC/RS;

2. Pecuária: Laboratório de Leite da Univates (Lajeado);

3. Florestal: Celulose Riograndense;

4. Cooperativas Agrícolas: Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial – Não–Não-Me-Toque;

5. Trabalhadores Rurais: Associação da Juventude Rural de Arroio do Tigre – AJURATI;

6. Setor Rural: Associação Gaúcha Pró-escolas Famílias Agrícolas – AGEFA;

7. Propriedade Agropecuária Modelo: Casa Popular Eficiente e o Centro de Aprendizagem para as Energias renováveis e geração descentralizada;

8. Mídia Agrícola: Lizemara de Araújo Prates;

9. Desenvolvimento Agrário: Associação da Rede de Cooperativas da Agricultura Familiar e da Economia Solidária – Redecoop;

10. Público Agropecuário: Embrapa Clima Temperado;

11. Agricultura Ecológica: Associação Regional de Produtores Agroecologistas da Região Sul – Arpasul;

12. Agricultura familiar: Cooperativa das Atividades Agroindustriais e Artesanais do Pacto Fonte Nova – Cooper Fonte Nova.

Composição da Comissão Julgadora
A comissão julgadora foi constituída pelos deputados Adolfo Brito (coordenador) e Sérgio Turra (coordenador substituto); Rodrigo Rizzo, coordenador Geral das Câmaras Setoriais e Temáticas da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi); Osmar Redin, Chefe de Gabinete da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR); Jairo João Carbonari, chefe do Serviço de Sanidade Vegetal da SFA-RS; Marcio de Andrade Madalena, delegado Federal do Desenvolvimento Agrário no Rio Grande do Sul (DFDA-RS); Vladimir Cunha dos Santos, da Folha Rosariense, de Rosário do Sul, pela Associação dos Jornais do Interior (ADJORI); Mario Eugênio Villas-Bôas da Rocha, diretor do Departamento de Política Ambiental da Associação Riograndense de Imprensa (ARI); Danton José Boatini Junior, editor-assistente da área rural do Correio do Povo; Karen Viscardi, editora do Caderno Campo e Lavoura de Zero Hora; Thiago Copetti, repórter de Economia do Jornal do Comércio; Armando Burd, colunista de O Sul; Lizemara Prates, apresentadora e editora do Programa Agroband do Grupo Bandeirantes de Comunicação (BAND-RS); Alessandra Farina Bergmann, repórter do Programa Negócios da Terra do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT-RS) e Demétrio Xavier, produtor e apresentador do Cantos do Sul da Terra da FM Cultura da Fundação Piratini.

A nominata havia sido homologada pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, por meio da Portaria n.º 31, de 3 de outubro de 2017,

Prêmio Folha Verde 
Por proposição da Comissão de Agricultura, o Prêmio Folha Verde foi instituído pela Resolução nº 2608, de 03 de outubro de 1995, com alterações consignadas pela Resolução nº 3158, de 17 de agosto de 2016. Os vencedores deverão ter seus nomes homologados na reunião  da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do dia 31 de outubro.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Prêmio Folha Verde

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30