ARTIGO
Deixem a Assembleia decidir
Gabriel Souza* | MDB - 08:24 - 06/02/2018

Os gaúchos assistiram o seu Parlamento se reunir por três dias, em convocação extraordinária promovida pelo governador José Ivo Sartori, e nada votar devido as manobras realizadas por partidos que representam a vanguarda do atraso na Assembleia. A Constituição Estadual estabelece que a pauta a ser apreciada é definida pelo chefe do Executivo no momento da convocação. Ocorre que, devido à fúria de uma oposição contaminada com os acontecimentos nacionais e cada vez mais radical e menos disposta ao diálogo, isso não foi respeitado.

De forma inédita, assistimos um presidente da Assembleia, pressionado pela bancada do PT, não respeitar a ordem de votação enviada pelo Governador e aprovada pela maioria absoluta dos deputados. Pela primeira vez, desde a redemocratização, o Parlamento negou à população uma resposta sobre os projetos que ali estavam sendo debatidos.

Afinal, o que quer a oposição? Voltar a pagar a dívida com a União e enviar a Brasília R$ 280 milhões por mês, agravando ainda mais o quadro das finanças estaduais?

Sim, porque precisamos fazer uma escolha determinante para o futuro do Estado: continuaremos sem pagar a dívida por 36 meses ou voltaremos a pagá-la imediatamente – já que a liminar que suspendeu o pagamento tem como argumento a iminente adesão do Rio Grande do Sul ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Não é difícil imaginar o caos que viveremos se a segunda hipótese acontecer. Portanto, só podemos concluir que o que a oposição quer é o “quanto pior, melhor”. Infelizmente, cada dia que passa sem a aprovação do RRF, aumenta o risco que a liminar seja derrubada por inércia da Assembleia.

Ocorre que, ao pensar que estão atingindo o governador e os partidos que o apoiam, a oposição impacta na vida de todos, para os quais o Estado deve prover os serviços essenciais com a qualidade devida.

Independente da decisão a ser proferida pelo Legislativo, é nossa função deliberar sobre matérias que chegam nesta Casa. Um Parlamento que se nega a votar fica desmoralizado frente a quem deve representar. Os gaúchos aguardam uma decisão. Deixem a Assembleia decidir!

 *Deputado estadual (PMDB) 

 
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30