GRANDE EXPEDIENTE
Instituto Popular de Arte-Educação, da Lomba do Pinheiro, recebe homenagem na AL
Celso Luiz Bender - MTE 5771 | Agência de Notícias - 16:40 - 14/03/2018 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Marcelo Bertani
Jovens músicos da isnitiuição fizeram apresentação ao final da homenagem
Jovens músicos da isnitiuição fizeram apresentação ao final da homenagem
O Grande Expediente desta quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa, foi ocupado pela deputada Regina Becker Fortunati (REDE), que homenageou os 20 anos do Instituto Popular de Arte-Educação (Ipdae), organização da sociedade civil sem fins lucrativos, fundada em abril de 1998.
 
A parlamentar iniciou lembrando que o instituto nasceu da ideia de um projeto que priorizasse a cultura e as artes, a princípio para crianças e adolescentes da região da Lomba do Pinheiro. “Aquele é um dos bairros mais populosos de Porto Alegre, com aproximadamente 70 mil habitantes, distribuídos em mais de 20 vilas, cujo Índice de Condição de Vida (ICV) é um dos mais baixos da cidade e onde 50% das famílias são consideradas em situação de pobreza”, informou, acrescentando que o local apresenta, ainda, carência de infraestrutura e de equipamentos públicos, baixa escolaridade e insuficiência de renda.
 
É neste contexto, contou, no qual pode-se encontrar centenas de crianças e adolescentes à mercê de contingências adversas e desprovidas de recursos e de oportunidades que foi inaugurado o Instituto Popular de Arte-Educação, Ipdae. “Fui professora, o que marcou o início de minha vida profissional. Aprendi com as crianças a perceber aptidões, incentivar talentos, oportunizar vivências, romper a timidez e elevar a autoestima dos alunos. Por isso, me emociona falar de uma instituição que tem estes objetivos como missão e como prática cotidiana”, sublinhou.
 
Início modesto
Lembrou que o Instituto iniciou, modestamente, ofertando oficinas de teatro e dança e atividades em uma pequena biblioteca. “A presença de adolescentes no primeiro espetáculo teatral produzido foi fundamental na conquista da comunidade para o projeto cultural. A população respondeu de forma crescente e positiva”, comemorou a deputada, “participando de campanhas e buscando doações, consolidando, desta forma, o Ipdae”.
 
Com o crescimento das atividades do Instituto, prosseguiu Regina Becker, as oficinas de música foram transformadas na Escola de Música, que atualmente acolhe cerca de 250 crianças e jovens, oferecendo cursos permanentes e contando ainda com seis orquestras e dois coros formados por alunos e professores. O curso de música, ofertado gratuitamente à população da Lomba e bairros adjacentes, oferece aulas para oito instrumentos, prática de canto coral e percepção musical. As orquestras são compostas por alunos, ex-alunos que já estão na universidade e professores. “A magia da música leva à criatividade, melhora o raciocínio e dá foco nos objetivos”, ponderou.
 
Assim, registrou Regina Becker da tribuna, “a entidade que se constrói sob o tripé da cultura, do conhecimento e da memória, que resgata para todos o patrimônio imaterial coletivo, é, sim, fruto da obstinação desta líder nata, Fátima Flores, a quem homenageamos e à sua equipe”. Conforme ela, os resultados obtidos pela escola são facilmente percebidos por meio da procura crescente pelos cursos, pelo envolvimento cada vez maior das crianças e adolescentes e, principalmente, pelas mudanças de comportamento e atitudes dos alunos, mensuradas no meio social, familiar e no rendimento escolar.
 
Sublinhou que, desde a fundação do instituto, 11 alunos, originários do bairro, já estão seguindo a carreira profissional ou cursando Música, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Eles também integram as orquestras da instituição e colaboram como multiplicadores dos ensinamentos adquiridos, tanto no Ipdae, quanto na Universidade.
 
Futuro e sustentabilidade
Segundo a parlamentar da REDE, esta história com certeza será ampliada. “Uma instituição que tem como ofício o resgate da dignidade e se transforma em um lugar de resistência da população, certamente irá conquistar futuro e sustentabilidade”, ressaltando que o Ipdae desenvolve suas atividades em um espaço alugado e sustenta-se por meio de doações, apoios culturais e campanhas diversas. “Adquire, assim, recursos materiais para manter a instituição, para preservar e dar continuidade ao seu trabalho e propiciar a gratuidade das aulas”, agregou.
 
De acordo com Regina Becker, diante do crescimento da entidade é necessária a construção de um espaço próprio para oportunizar a inserção de mais pessoas nos cursos e oficinas oferecidas. Já está projetada uma nova sede, na parada 20 da Lomba do Pinheiro. Ela terá uma área de um mil e cem metros quadrados e contará com amplos espaços para armazenamento de livros, leitura, brinquedoteca, salas de estudos e auditório. “Para tanto, a organização luta para angariar os recursos necessários que viabilizem a construção de sua sede”, comunicou.
 
Para ela, o Ipdae não só oportuniza o ensino da música e o acesso à leitura como também possibilita uma relação mais humanitária e afetiva. “Já faz parte da história do bairro que o acolheu, a Lomba do Pinheiro, e também da cidade de Porto Alegre e do nosso Estado. Não é sempre que temos a oportunidade de conhecer um trabalho tão rico e sincero em suas propostas e ações”, frisou, ao mesmo tempo em que assegurou, à presidente Fátima Flores, seu engajamento efetivo à consolidação da sede própria.
 
O ato foi encerrado com apresentação de grupo de alunos do Instituto Popular de Arte-Educação, sob a regência de Brigitta Calloni. “Como disse Ludwig Von Beethoven, a música é o vínculo que une a vida aos sentidos. A melodia é a vida sensível da poesia”, finalizou Regina.
 
Ao início do seu pronunciamento, a deputada também registrou que neste dia 14 de março comemora-se o Dia Nacional dos Animais.
 
Apartes
Em apartes, manifestaram-se os deputados Tarcísio Zimmermann (PT), Adílson Troca (PSDB) e Vilmar Zanchin (PMDB). Compuseram a Mesa, além do presidente da ALRS, Marlon Santos (PDT), o secretário de Estado adjunto da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, André Kryszcun, representando o governador José Ivo Sartori; a presidente do IPDAE, Fátima Flores; a procuradora-geral adjunta, para Assuntos Administrativos, Paula Ferreira Krieger; e o ex-prefeito de Porto Alegre e ex-deputado José Fortunati, marido da deputada. 
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Grande Expediente

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30