SEGURANÇA E SERVIÇOS PÚBLICOS
Marcel van Hattem denuncia divulgação de dados pessoais e informações bancárias em grupo de whatsapp
Olga Arnt - MTE 14323 | Agência de Notícias - 11:43 - 15/03/2018 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Divulgação

O deputado Marcel van Hattem (PP) denunciou, na reunião ordinária da Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira (15), a suspeita de quebra de seu sigilo bancário. Segundo o parlamentar, informações pessoais e de sua conta bancária foram divulgadas num grupo de whatsapp de servidores do Banrisul no ano passado. O motivo seria retaliação política em função de suas posições em defesa da privatização do banco e da emenda, de sua autoria, que coloca a instituição entre as empresas públicas a serem alienadas pelo governo gaúcho.

O caso foi levado ao conhecimento da direção do banco em julho de 2017, que se comprometeu a abrir uma sindicância interna sobre o assunto. Embora a auditoria já tenha sido concluída, o parlamentar não teve amplo acesso ao conteúdo da investigação, apenas a um trecho dele. Em 9 de março deste ano, a direção do Banrisul informou, por ofício, que não atenderia o pedido do parlamentar por se tratar de um procedimento interno.

O presidente da comissão, deputado Catariana Paladini (PSB), anunciou que o órgão acompanhará o tema junto à direção do banco.

Sulgás
Na mesma reunião, integrantes da Associação dos Empregados da Sulgás manifestaram preocupação com o projeto de regulação do serviço de abastecimento de gás natural no Rio Grande do Sul. A presidente da entidade, Sandra Paravisi, disse que a proposta do governo não tem precedentes no País e, se for implantada, poderá trazer prejuízos para o consumidor e impor perda de competitividade à Sulgás.

Segundo ela, em janeiro, a Secretaria de Minas e Energia abriu um processo de consulta pública para minuta de um projeto de regulação, que abre espaço para que a concessionária local perca consumidores para grandes empresas de fora. “Grandes empresa ficarão com o filé. A Sulgás, com a carne de pescoço”, alertou.

Sandra teme que o projeto seja encaminhado ao Poder Legislativo em regime de urgência e seja votado sem discussão. “Procuramos vários deputados para falar do tema. Nem mesmo integrantes da base governista sabiam da minuta e, quando tomaram conhecimento de seu teor, demonstraram espanto”, revelou.

Segurança Pública
A crise na segurança pública também foi debatida na reunião da CSSP desta quarta-feira. O deputado Valdeci Oliveira (PT) manifestou repúdio à execução da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL), ocorrida na noite de ontem (14). “Não podemos conviver com este tipo de coisa. Aceitar essa brutalidade absurda é admitir que não estamos mais num País democrático”, frisou.

A deputada Any Ortiz (PPS) se somou às manifestações de solidariedade aos familiares da parlamentar do PSOL e cobrou a apuração do crime. “Lamentamos profundamente a morte da vereadora, justamente, num momento em que se discute tanto o papel da mulher na política e na sociedade”, apontou.

Já a deputada Stela Farias (PT) anunciou que apresentará denúncia ao Ministério Público de que o governo do Estado não está cumprindo as leis que estabelecem regras para a publicação das estatísticas criminais. E o deputado Bombeiro Bianchini (PPL) defendeu a substituição imediata dos PMs que fazem a guarda externa dos presídios por policiais aposentados, conforme lei aprovada pela Assembleia no ano passado. A medida, de acordo com deputado, liberará efetivo para o policiamento das ruas.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissão de Segurança e Serviço Publico

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30