MEDALHA DO MÉRITO FARROUPILHA
Ex-presidente da Assembleia, Postal recebe a Medalha do Mérito Farroupilha
Celso Luiz Bender - MTE 5771 | Agência de Notícias - 19:51 - 24/04/2018 - Foto: Vinicius Reis
Cerimônia lotou salão Júlio de Castilhos
Cerimônia lotou salão Júlio de Castilhos
O ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Alexandre Postal, recebeu, no início da noite desta terça-feira (24), a mais alta honraria concedida pelo Parlamento gaúcho, a Medalha do Mérito Farroupilha, por proposição do deputado Juvir Costella (PMDB). A cerimônia lotou o salão Júlio de Castilhos e foi prestigiada pelo vice-governador José Paulo Cairoli, em nome do governador Sartori, representações dos demais poderes, parlamentares, prefeitos, vereadores, familiares e amigos do homenageado. Igualmente presente comitiva de Guaporé, cidade natal de Postal, atualmente conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.
 
Destino
“Quis o destino que estivéssemos aqui, hoje, nesta cerimônia. Sim, o destino. A Medalha do Mérito Farroupilha é a honraria máxima do Parlamento gaúcho. A distinção é concedida como forma de reconhecimento a personalidades que contribuíram para o desenvolvimento econômico, social e cultural do Estado. E, quis o destino que um guaporense, que sou, concedesse esta homenagem a outro guaporense”, iniciou o deputado Juvir Costella (PMDB), proponente da Medalha do Mérito Farroupilha ao ex-deputado Alexandre Postal.
 
Pois bem, prosseguiu Costella, “aqui estou eu, amigo Alexandre Comparin Postal. Sim, o Comparim é o sobrenome da mãe, a dona Cármen Comparin. mulher aguerrida, que criou cinco filhos de maneira humilde, honesta! Postal ficou órfão de pai logo aos 7 anos e, desde cedo, sempre soube aquilo que buscava. Sem tradição na política”, continuou Costella, “deixou as dificuldades de lado, soube superar adversidades e viu, na própria política, uma forma de se realizar como pessoa e, sobretudo, poder ajudar aos outros”, agregou.
 
Destacou que não há nada mais transformador, vivo e recompensador do que a política feita de maneira séria, voltada para quem mais precisa. Na verdade, “Postal sempre soube disso, tanto que aos 26 anos tornou-se prefeito da nossa cidade natal: a querida Guaporé. Deu certo e aquele sonho já era uma realidade! Uma realidade próspera que indicava, apontava para uma trajetória exitosa que hoje é aqui celebrada neste evento”, registrou.
 
Ainda de acordo com Costella, ninguém é deputado estadual por seis mandatos sem muito trabalho, suor e dedicação. “Para colhermos resultados precisamos, principalmente, da confiança, do respaldo, da chancela da comunidade que confia o voto naquele representante público, e Alexandre Postal sempre contou com este respaldo dos eleitores na sua brilhante caminhada”, frisou.
 
Articulador nato
Para ele, o trabalho de Alexandre Postal foi testado e aprovado por seis eleições. "Somente este dado já seria suficiente para estarmos aqui, nesta oportunidade, concedendo esta medalha ao Postal, por seus serviços prestados ao RS. Sempre teve a confiança de homens importantes do Estado, sendo líder de governo de Germano Rigotto e de José Ivo Sartori, e vice-líder de Governo de Antonio Britto, na Assembleia. Sábios, os ex-governadores gaúchos souberam enxergar e reconhecer o potencial, a fidelidade, o trabalho e, principalmente, a capacidade de articulação desse guaporense! Um articulador nato! Não tenho dúvidas que foi um dos maiores que nosso Estado já teve”, apontou.
 
Assim, agregou, com simplicidade e liderança, Postal foi ganhando a confiança de lideranças e da população. "Soube ocupar espaços e foi adquirindo credibilidade, elemento fundamental à função pública. Tanto é assim que foi eleito presidente da Unale em três oportunidades, em 2003, 2007 e 2015. E foi justamente esta habilidade de aglutinar, potencializar e multiplicar esforços, destacou Costella, que também o levaram à presidência desta Casa legislativa, em 2012. “Por aqui, fez uma gestão marcada pela excelência, transparência e otimização de recursos públicos”, sublinhou.
 
Por fim, Juvir Costella considerou que esta medalha é uma distinção preciosa no Parlamento, uma condecoração concedida uma única vez ao longo dos quatro anos de mandato de um deputado. Portanto, "fico particularmente muito feliz de ver aqui hoje tantos amigos, familiares e lideranças tão representativas. Nasci na Linha Emília e conheço bem a importância que nossa região dá às coisas simples, mas importantes, como a relação de amizade e carinho”.
 
Disse poder continuar atuando no Parlamento em favor da região e de todo o Estado. “E espero realizar um trabalho atuante e permanentemente, à altura do desempenho que Postal sempre apresentou e proporcionou à nossa gente. E feliz do governador Sartori, que teve à sua disposição uma personalidade tão íntegra para enriquecer o quadro de magistrados do Tribunal de Contas, um posto de tamanha relevância”, encerrou.
 
Postal
Alexandre Postal fez um discurso curto, por dez minutos, de improviso, como é da sua característica. Citou as autoridades presentes, mas em especial ao deputado Costella. “Já passei por todos os cantos desta Casa, nas mais diversas situações, até como presidente – um sonho, e presenciando inúmeras homenagens como deputado, algumas até mesmo propostas por mim. Mas jamais imaginei que estaria aqui para receber esta honraria. Grato amigo Costella”, sublinhou.
 
Fez uma referência especial ao agora secretário da Agricultura, Odacir Klein, “figura de destaque no PMDB gaúcho desde sempre, partido no qual militei a vida toda”. De forma geral, saudou “os amigos que estão aqui vindos da minha Guaporé e os vários prefeitos presentes. Estou lisonjeado com a presença de tantos e tantas nesta cerimônia, nesta Casa, que é a minha vida. Entrei aqui em 31 de janeiro de 1983, como assessor. Saí e voltei, e são mais de 27 anos vividos aqui. Aqui me fiz, aqui o guri sem condições e sem tradição política alguma viu que todos podem chegar lá. Esta Casa dá oportunidades e as trajetórias se fazem aos que buscam alcançar. Agradeço, de coração, emocionado, a todos os que estão nesta cerimônia, sem sombra de dúvidas, uma das maiores que presenciei, justamente pra mim. Grato ao amigo Costella, grato a todos".
 
Em nome da AL
Em nome da Assembleia, representando o presidente Marlon Santos (PDT), o deputado Edson Brum (PMDB), 1º secretário da Mesa, destacou aspectos da caminhada de Postal. “O guri de Guaporé é um vencedor e honra a vida pública”, assinalou. Disse que cumprimentava o homenageado em nome dos 55 parlamentares da Casa, que por tantos anos acolheu Postal. “Na lavora da vida, também é chegado o tempo de colher. Colhe o reconhecimento, colhe aquelas horas nas quais ficamos ausentes de casa, longe da família, durante a caminhada. Aqueles momentos como no teu caso, que não viu a filha crescer, filha que está na PUC, cursando Odontologia. Colhes o reconhecimento, Postal. Nada mais justo”.
 
Biografia
Alexandre Postal é, atualmente conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE). Ex-deputado estadual, esteve nesta Casa legislativa por seis mandatos. Nasceu em Guaporé, em 26 de abril de 1962. Desde cedo, decidiu seguir carreira na vida pública e foi prefeito da sua cidade natal, cargo para o qual se elegeu em 1988 com apenas 26 anos de idade. Quando prefeito, presidiu a Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) que agrega 39 prefeituras, a Comissão de Finanças da Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs) e a Associação de Prefeitos do PMDB, no período 1991/1992.
 
Em 1994, elegeu-se para o primeiro mandato de deputado estadual com mais de 22 mil votos. Nesse mandato, Postal foi membro da Comissão de Assuntos Municipais, sendo relator dos processos de emancipação dos novos municípios de Vespasiano Corrêa e Floriano Peixoto. Em 1996, foi convidado pelo governador Antônio Britto para exercer a vice-liderança do governo na AL. Em 13 de novembro daquele ano tomou posse na Comissão de Ética do Parlamento.
 
Em 1998, foi reeleito deputado estadual com quase 30 mil votos. Em sua segunda legislatura, foi membro efetivo da Comissão de Assuntos Municipais e da Comissão de Agricultura e Cooperativismo. Foi eleito à Mesa Diretora da AL no período 2000/2001, como 4º Secretário, e eleito 1º Secretário da Mesa para o período 2001/2003. Em 6 de maio de 2001 foi eleito secretário-geral do PMDBRS.
 
Reelegeu-se para o terceiro mandato na Assembleia gaúcha, para o período 2003/2006, com 38.198 votos. A convite do governador Rigotto, assumiu a liderança do Governo, em janeiro de 2003. Foi eleito, por unanimidade, presidente da Unale, durante a VII Conferência Nacional dos Legislativos Estaduais, realizada em São Luiz (MA), em maio de 2003. Em junho de 2004, assumiu a Secretaria de Estado dos Transportes. Em outubro de 2006 reelegeu-se para o quarto mandato de deputado estadual com 44.816 votos.
 
Em 2010 veio o quinto mandato e Postal elegeu-se deputado estadual com 45.631 votos. Em 31 de janeiro de 2012, foi eleito e empossado para o posto máximo do Poder Legislativo estadual: presidente da Assembleia Legislativa! Em outubro de 2014, elegeu-se para o sexto e último mandato como deputado estadual, alcançando 44.856 votos. Em fevereiro de 2015, a convite do governador José Ivo Sartori assumiu pela segunda oportunidade, a condição de líder do Governo na ALRS. E, em 18 de julho de 2016, Postal foi nomeado pelo governador como Conselheiro do TCE, passando a ocupar o posto no cargo vago com o falecimento de Adroaldo Loureiro.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
CERIMÔNIA DE OUTORGA DA MEDALHA DE MÉRITO FARROUPILHA

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30