CRISE AVICULTURA
A tempestade vai passar
Sérgio Turra* | PP - 11:26 - 24/05/2018
A Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav), fez, há pouco, um alerta para a possibilidade de desemprego, queda na produção e perda de competitividade do setor. A Asgav está preocupada com o embargo a 20 agroindústrias exportadores de carne de frango, anunciado há pouco pela União Europeia. Além da alta nos custos de produção, esse embargo atinge em cheio a produção avícola do Rio Grande do Sul. O momento inquieta toda a Serra Gaúcha, porque nessa região a avicultura emprega principalmente agricultores familiares.

Segundo a Asgav, o preço do frango é o mais baixo dos últimos 12 anos. Pelo país, diversos frigoríficos estão em férias coletivas, o que ameaça milhares de empregos. Como o mercado interno não tem condições de absorver os volumes que não serão exportados, o setor já se prepara para uma “diminuição drástica” na produção.

Tudo indica que esse embargo é mais político do que técnico. Afinal, há quatro décadas vendemos carne de frango para a Europa. Hoje, o Brasil exporta para 160 países. Somente o mundo árabe importa quase US$ 3 bilhões. Por que, então, só a União Europeia teria restrições à qualidade do produto brasileiro?

O certo é que mais essa crise será superada. O setor já prospecta novos mercados. E está empenhado em um trabalho de recuperação da imagem no exterior. Que será feito juntamente com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Ministério das Relações Exteriores e a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil). Um Comitê está sendo criado para reforçar e atestar a qualidade e sanidade do produto brasileiro – do produtor à indústria.

Aproveitei recente estada em São Paulo para me reunir com a diretoria da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Juntamente com os diretores Rui Vargas, Ariel Mendes e meu amigo e conterrâneo Ricardo Santin, que hoje ocupa a vice-presidência de Mercados, discutimos as dificuldades do setor. Mas, depois de ouvi-los, estou mais confiante.

A tempestade é forte, mas já há expectativa de diminuição das trovoadas. Juntos, vamos superar este momento difícil.

* Deputado estadual

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30