SESSÃO PLENÁRIA
Pronunciamentos na tribuna nesta quarta-feira
Francis Maia - MTE 5130 | Agência de Notícias - 15:24 - 20/06/2018 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Marcelo Bertani

Confira o resumo do pronunciamento realizado durante o período das Comunicações da sessão plenária do Parlamento gaúcho desta quarta-feira (20). A íntegra da manifestação pode ser ouvida no endereço www.al.rs.gov.br/legislativo , em áudios das sessões.

O deputado Tarcísio Zimmermann (PT) analisou da tribuna a conjuntura do país, “os tempos de agrura”, conforme definiu, refletindo sobre eventuais condições para a superação do atual ambiente nacional. “Fui me inspirar numa fala do general De Gaulle”, líder do século 20 na França e na luta contra o nazismo, “ele dizia, o fim da esperança é o começo da morte”. Logo em seguida, acentuou que predomina no país “o cultivo à desesperança pelos governantes, à noção da crise como justificativa para todos os desmontes praticados no Brasil e no RS”. Ele questionou o pedido de esperança “pelo governo golpista” a um povo que assiste à destruição da Petrobras e à dilapidação da riqueza do pré-sal, destruição dos direitos trabalhistas e condução da nação à lista suja da OIT. “Como é possível que o povo tenha esperança diante da destruição dos direitos sociais construídos a partir da Constituição de 88”, indagou. O cenário no RS não é diferente, apontando as chacinas cotidianas, como a última, ocorrida em Viamão, “como é possível pedir esperanças ao povo quando nossos policiais militares e civis têm salários parcelados há mais de 30 meses e convivem com a expectativa de que o salário não será pago”. A situação não é diferente entre os professores, afirmou. Na opinião do parlamentar, “é isso que dá importância a Lula”, referindo a experiência do ex-presidente que conduziu o país desesperançado em 2002 “para uma nação cheia de esperança e perspectiva de realização das suas possibilidades”. Disse que a pré-candidatura do ex-ministro Miguel Rosseto ao governo do Estado terá como referência os governos Olívio Dutra e Tarso Genro, sem atraso de salários e sem arrocho salarial dos servidores, ampliação de investimentos em saúde, educação e assistência social. Ele criticou o Regime de Recuperação Fiscal, “compromete as futuras gerações”, e assegurou que a luta pela liberdade de Lula “é pela esperança e pela possibilidade de sonhar por um país melhor”.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia
FÓRUM SOCIAL MUNDIAL DA POPULAÇÃO IDOSA, PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E DIVERSIDADES
FÓRUM SOCIAL MUNDIAL DA POPULAÇÃO IDOSA, PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E DIVERSIDADES
» Veja mais

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30