ELEIÇÕES 2018
Perfil dos candidatos a deputado estadual no RS permanece inalterado
Francis Maia - MTE 5130 | Agência de Notícias - 15:30 - 28/09/2018 - Edição: Marinella Peruzzo - MTE 8764 - Foto: Galileu Oldenburg
Dos 1.340 candidatos registrados no RS, 853 disputam vagas no Parlamento estadual
Dos 1.340 candidatos registrados no RS, 853 disputam vagas no Parlamento estadual

Dos 1.340 candidatos registrados no TSE para a disputa eleitoral no Rio Grande do Sul, 853 buscam as 55 vagas da Assembleia Legislativa. Mantendo o padrão das disputas anteriores, a maioria é de homens brancos, casados, com formação superior completa e idade entre 40 e 50 anos. Quanto à ocupação, predominam empresários e legisladores, estes no exercício de mandatos como deputados ou vereadores. As mulheres têm perfil mais jovem e os negros, pardos e indígenas seguem abaixo dos dez dígitos na representação, embora com leve aumento em relação ao pleito passado.

São 578 homens (67,76%) e 275 mulheres (32,24%) no páreo que tem 15,5 candidatos por vaga. Considerando apenas os candidatos aptos (824), o número baixaria para 14,9 candidatos por vaga. A eleição de 2014 envolveu um total de 721 candidatos, 13,11 por vaga da Assembleia.

O perfil dos candidatos que buscam o voto dos 8,3 milhões de gaúchos no dia 7 de outubro está disponível no site do TSE, http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/divulgacandcontas#/ , com detalhes pessoais, o cargo em disputa e as vagas disponíveis. A página oferece diversas possibilidades de pesquisa das estatísticas de eleições anteriores, como as comparações das candidaturas femininas e raça, com o percentual para as chapas majoritárias ou proporcionais, além de curiosidades como a ocupação principal dos postulantes, estado civil e idade. Para acessar, entrar no link acima e buscar Eleitor e Eleições, Estatísticas, Eleições anteriores, Eleições 2014 a 2018 (candidaturas e eleitorado).

Leve rejuvenescimento
Entre os 578 homens que disputam as 55 vagas da Assembleia, a maioria (347) dos concorrentes está na faixa dos 40 aos 59 anos. Um grupo mais jovem, 128, situa-se entre os 39 e 21 anos. Acima dos 60 e até 79 anos, são 103 homens. Entre as 275 mulheres, as mais jovens são maioria, 153 estão na faixa entre 21 e 49 anos. Entre 50 e 59 anos são 80 mulheres, e acima dos 60 e até 79 anos, apenas 42 mulheres. Na eleição de 2014 para a Assembleia, a predominância foi de candidatos (homens e mulheres) na faixa dos 40 aos 60 anos.

Minorias
Dos postulantes à Assembleia, a maioria (745) é branca, 87,34%. Os negros não alcançam uma centena, são 70 (8,21%), e pardos, 36 (4,22%). Dois indígenas (0,23%) estão na lista. Embora a distância na representação entre as raças, os números registram avanços, pois em 2014 apenas 37 pretos (5,13%) estavam inscritos, e 24 pardos (3,33%). Os indígenas, que na última eleição tiveram apenas um na disputa, agora registram dois.

Empresários, legisladores, advogados...
Os candidatos são, em sua maioria, empresários (102), mas somando-se os que se apresentam como vereadores (59) e deputados (25), os legisladores (84) ocupam a segunda posição. Depois vêm os advogados (65); servidores públicos federal, estadual e municipal (43); professores do Ensino Fundamental, Ensino Médio e ensino superior (38); aposentados (35); comerciantes (23); administradores (15); militar reformado (15); médicos (14); e contadores (11). Surgem ainda outras profissões, como dona de casa (14); jornalista (10); cabeleireiro e barbeiro (7); agricultor (13); e sacerdotes ou membros de Ordem ou Seita Religiosa (4). Em menor número apresentam-se os taxistas (5) e motoristas particulares (5), além de outras atividades. De todos os candidatos, 147 não indicaram sua ocupação.

Predomínio da formação acadêmica
No que diz respeito ao grau de instrução, a predominância (397) é do ensino superior completo (46,54%), seguido do Ensino Médio completo, 185 (21,69%) e do Ensino Fundamental completo, 61 (7,15%). Sem a conclusão do ensino superior apresentam-se 119 (13,95%); do Ensino Fundamental 43 (5,04%); e do Ensino Médio 18 (2,11%). Na condição de ler e escrever estão registrados 30 candidatos (3,52%).

Casados são a maioria
O estado civil dos 853 candidatos está assim identificado: os casados, 394 (46,19%), são maioria mas os solteiros não estão muito distantes, 291 (34,11%). Na terceira posição estão os divorciados, 121 (14,19%), os separados judicialmente, 31 (3,63%), e viúvos, 16 (1,88%). A disposição dos dados no TSE não identifica o gênero, mas é possível conferir o estado civil de homens e mulheres acessando o registro de cada um dos candidatos e candidatas.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Fotos ALERGS Espaços

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30