ORDEM DO DIA
Deputados aprovam quatro matérias em plenário nesta terça-feira
Sheyla Scardoelli - MTE 6727 | Agência de Notícias - 17:40 - 04/09/2018 - Foto: Marcelo Bertani
Sessão plenária de terça-feira, 4 de setembro
Sessão plenária de terça-feira, 4 de setembro
O plenário da Assembleia Legislativa aprovou quatro das 12 matérias previstas para serem votadas na tarde desta terça-feira (4). As quatro matérias foram aprovadas por unanimidade e são propostas do Poder Executivo que tramitavam em regime de urgência e já estavam com prazo fatal expirado, trancando a pauta de votações. A ordem do dia foi encerrada às 16h40, com a derrubada do quórum.

Entre as matérias aprovadas, o PL 137 2018, que dispõe sobre a gestão, remuneração e recomposição do saldo da conta dos depósitos judiciais utilizados pelo estado, com base na Lei nº 12.069/04. Esta lei determinou a disponibilização ao Estado de 70% dos depósitos judiciais (aumentado posteriormente para 85 e 95%, pelas Leis nº 12.585/06 e 14.738/15), e previu mecanismos de segurança para a garantia do pagamento dos depositantes após a ordem judicial. Entre as medidas aprovadas hoje, fica disposto que o Estado deve efetuar a recomposição do saldo dos depósitos em até 48 horas após a comunicação da instituição financeira, sempre que o Fundo de Reserva for inferior a 5% ou insuficiente para dar cobertura aos levantamentos.

À proposta foram apresentadas duas emendas. A primeira emenda (aprovada por unanimidade), de autoria do deputado Álvaro Boessio (MDB), define que cabe a advogados credenciados pela Procuradoria-geral do Estado a indicação para atuar como assistentes judiciários em locais onde não existe atendimento da Defensoria Pública, e que cabe à PGE o pagamento por estes serviços. A segunda emenda (aprovada por 25x11 votos), de autoria dos deputados Eduardo Loureiro e Edu Olivera (PDT), isenta o pagamento de custas processuais em ações movidas por advogados na busca de pagamento por honorários devidos.

Outra matéria apreciada foi o PL 144 2018, que prorroga por um ano contratos emergenciais para o DETRAN/RS e estabelece gratificação para examinadores de provas de trânsito. Da tribuna, os deputados Enio Bacci (PDT) e Pedro Ruas (PSOL) manifestaram-se favoráveis à proposta, mas cobraram do governo o envio para a Assembleia de projeto de reestruturação do Detran que estaria há dois anos em discussão na Casa Civil. No mesmo sentido, cobraram a realização de concurso público para preenchimento de vagas por servidores permanentes e não temporários.

As demais matérias aprovadas foram:

  • PL 143 2018, do Poder Executivo, que revoga a Lei nº 12.327, que autoriza o Poder Executivo a doar imóvel ao município de Silveira Martins.
  • PL 145 2018, do Poder Executivo, que autoriza a contratação, de forma emergencial e por tempo determinado, de recursos humanos para a Secretaria de Saúde.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30