SESSÃO SOLENE
Eduardo Leite é empossado governador do Rio Grande do Sul em sessão solene na Assembleia
Celso Luiz Bender - MTE 5771 | Agência de Notícias - 18:00 - 01/01/2019 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Vinicius Reis
Após tomar posse, Leite proferiu seu primeiro discurso como governador do RS
Após tomar posse, Leite proferiu seu primeiro discurso como governador do RS
Em sessão solene realizada na tarde desta terça-feira (1º), no Plenário 20 de Setembro da Assembleia Legislativa, ocorreu o compromisso constitucional e posse do governador Eduardo Leite (PSDB) e do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior (PTB). A posse do governador e de seu vice é atribuição exclusiva do Parlamento gaúcho, prevista no artigo 53 da Constituição Estadual. A transmissão do cargo ocorreu logo após, no Palácio Piratini.
 
O presidente do Legislativo estadual, deputado Marlon Santos (PDT), fez a abertura da sessão e, imediatamente, na sequência, suspendeu os trabalhos para que os líderes de bancada e partidários o acompanhassem à sala da Presidência, retornando com o futuro governador e seu vice, que lá aguardavam.
 
Com as galerias e plenário lotados, o presidente Marlon reabriu a sessão, agradecendo a presença de todos. Seguindo o rito, após a execução do hino nacional, Eduardo Leite proferiu o compromisso constitucional: "Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis e patrocinar o bem comum do povo rio-grandense". Após, o 1º Secretário da Mesa Diretiva, deputado Edson Brum (MDB), fez a leitura do termo de posse. Em seguida, Leite assinou o termo de posse, tornando-se o novo governador rio-grandense. O mesmo rito foi seguido para o vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior.
 
Presidente da AL saúda novo governador
Em seguida, o presidente da Assembleia Legislativa proferiu seu discurso de saudação aos novos governantes. Marlon Santos disse da honra do Parlamento em receber autoridades e seus familiares. “Esta sessão é uma festa constitucional, e a mensagem que deixo é que o Estado está cansado de bravatas ou aventuras. Vimos, no espaço entre o resultado das eleições e este dia, um comportamento exemplar do governador eleito e seu vice. Atos de bom caratismo, que queremos crer, prosseguirão. E nosso desejo é que aquilo de bom realizado pelos governantes anteriores seja considerado, que as coisas boas migrem para esta futura administração e que pontos negativos sirvam de exemplo para que não ocorram outra vez”, considerou.
 
Apelou para que os eleitos olhem com carinho e bom sentimento para o povo que os escolheram e alertou, aos críticos, “que não joguem toda a responsabilidade sobre o governador e seu vice. Cada um deve fazer a sua parte. Todos nós. Cada poder, cada cidadão, e não apenas os que dirigem, são responsáveis”, sublinhou. De outra parte, afirmou que esta legislatura que se encerra foi parceira do Executivo na construção de soluções para o Estado. “Por certo, a próxima seguirá este caminho. Só assim reergueremos o Rio Grande”, apontou.
 
Discurso de Eduardo Leite
Em seu primeiro discurso como novo governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite afirmou que a posse não era de um novo governo, mas sim “de um novo futuro para o Rio Grande”, ressaltando ter a clara noção “das dificuldades que estão pela frente. No entanto, como os que construíram nossa história, atuaremos com coragem e ousadia”. Segundo ele, há uma mudança em andamento no mundo e “precisamos acompanhar a velocidade destas transformações. Cabe a nós, eleitos, no Estado e no país, determinarmos o ritmo dos acontecimentos”, frisou.
 
Neste novo tempo, agregou, “devemos ter novos olhares para enfrentar estas mudanças e, se necessário, vamos ter que readaptar o modo de atuar”, previu. “Vamos romper com os velhos modelos. Ou damos, de fato, posse ao novo futuro, ou ficaremos à merce do passado”, advertiu Leite. O novo governador disse crer em uma nova equação política a ser consolidada no Estado, “a do bem comum que transforme e melhora a vida de todos. Esta nova forma deve ocupar o espaço da disputa estéril, que só desgasta. Vamos trabalhar pelo consenso estratégico, uma vez que temos muito em comum. A força dos gaúchos, de empreender, de crescer, está sendo desperdiçada há anos. Devemos recanalizar esta energia para crescer e construir um Estado para toda a sociedade”, pregou, acrescentando que as pautas devem ser de Estado, não individuais. O Rio Grande é muito maior que as diferenças”, acrescentou.
 
Para ele, a ideia não é suprimir ou anular estas diferenças, “mas sim convergir para o interesse comum. A vitória deve ser sempre coletiva”, completou. Ainda segundo Leite, a sua eleição não é uma premiação, mas um contrato de compromissos assumidos. “Para o êxito, porém, todos devem estar irmanados em busca da união para que saiamos da crise”, disse, citando que o Estado tem dívidas que chegam aos R$ 100 bilhões. Garantiu que reformas de impacto serão colocadas em prática. “Não vamos ignorar a difícil realidade; vamos enfrentá-la”, reafirmou, destacando a atenção especialíssima a ser dada à educação, como forma de reerguer o Rio Grande do Sul. “E não vamos resolver a situação com discursos bonitos, mas com ações efetivas e reformas estruturantes”, assegurou.
 
A sessão solene foi encerrada com o Hino Rio-Grandense, executado pela banda da Brigada Militar. Após, o presidente Marlon solicitou que o 1º secretário, deputado Edson Brum, representando a Assembleia, acompanhasse o governador e o vice até a saída principal do Parlamento. Ali, eles eram aguardados pelos chefes da Casa Militar e do Cerimonial do Palácio Piratini, que os acompanharam até a sede do Executivo, onde foi realizada a transmissão do cargo.
 
Presenças
Entre as autoridades presentes, estiveram o presidente do Tribunal de Justiça do RS, desembargador Carlos Eduardo Duro; o procurador-geral de Justiça do Estado, Fabiano Dallazen; o defensor público-geral, Cristiano Vieira Heerdt; o prefeito da Capital, Nelson Marchezan Júnior, e o vice, Gustavo Paim; prefeitos e outras autoridades civis, militares e religiosas.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Posse do governador e vice-governador

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia
COMISSÃO DE ECONOMIA, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E DO TURISMO
» Veja mais

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul
Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000

Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30