COMISSÕES
Arroz, Santa Casa de Alegrete e assistência à saúde em Gravataí foram pauta da Comissão de Saúde
Marinella Peruzzo - MTE 8764 | Agência de Notícias - 11:14 - 27/03/2019 - Edição: Celso Bender - MTE 5771 - Foto: Guerreiro

Em reunião ordinária na manhã desta quarta-feira (27), a Comissão de Saúde e Meio Ambiente aprovou a realização de três audiências públicas. No período destinado a Assuntos Gerais, dividiu sua atenção em três pautas trazidas por diferentes setores: os benefícios da farinha do arroz, a situação da Santa Casa de Alegrete e a extinção do Instituto de Assistência à Saúde de municipários de Gravataí. A reunião foi conduzida pelo vice-presidente da Comissão, deputado Doutor Thiago (DEM).

Audiências públicas
A primeira audiência pública aprovada foi proposta pelo deputado Edegar Pretto (PT) e outros oito parlamentares para debater os riscos à saúde e ao meio ambiente que poderá representar o Projeto Mina Guaíba. Conforme o proponente, existe muita desinformação sobre o tema e uma audiência pública poderá esclarecer as dúvidas que o cercam.

A segunda audiência aprovada, de iniciativa dos deputados Valdeci Oliveira (PT) e Luiz Fernando Mainardi (PT), tratará da situação de pacientes de doenças raras, especialmente no tocante ao acesso a tratamentos e medicamentos de uso contínuo.

Já a terceira audiência, proposta pelo deputado Zé Nunes (PT), discutirá a disponibilidade do soro antiofídico à população.

Assuntos gerais
O período de Assuntos Gerais foi destinado a três temas. Primeiro, a diretora da Associação dos Arrozeiros do Litoral Norte, Lívia Carvalho, apresentou publicação que divulga as propriedades da farinha do arroz e receitas culinárias típicas do Litoral Norte gaúcho. Ela discorreu sobre os benefícios do alimento à saúde das pessoas, explicou suas vantagens em relação ao trigo, por não conter glúten, sua importância para a economia do Estado. Também referiu projeto de lei, de autoria do deputado Gabriel Souza (MDB), que pretende inserir o produto na merenda escolar.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde de Alegrete, Sérgio Soares, e o diretor-geral da Santa Casa de Alegrete, João Alberto Pereira, apresentaram a situação calamitosa da Santa Casa de Alegrete. Conforme Pereira, a instituição já fechou os serviços de cirurgia geral, cirurgia digestiva, coloproctologia, cirurgia bucofacial e projeto de endocrinologia. A dívida do governo estadual com a instituição, de setembro do ano passado a março deste ano, chegaria, segundo Pereira, a quase R$ 5 milhões. Até o momento, a entidade buscou recursos em entidades bancárias, mas, conforme o dirigente, esta possibilidade havia se esgotado.

Os deputados Franciane Bayer (PSB), Valdeci Oliveira (PT) e Neri, o Carteiro (Solidariedade) manifestaram apoio à situação da Santa Casa, que atinge toda a Fronteira Oeste, e se colocaram à disposição para exigir compromisso do Executivo.

Por fim, esteve na pauta da Comissão o relato de representante do Sindicato dos Trabalhadores de Gravataí, Vitalina Gonçalves, trazida pela deputada Sofia Cavedon (PT). Vitalina contou que os municipários encontravam-se em greve, não por reivindicações salariais, mas por questão ligada à saúde. Disse que na segunda-feira passada haviam sido surpreendidos por um projeto de lei da prefeitura propondo a extinção do Instituto de Assistência à Saúde, para o qual contribuem há 22 anos e que atende a mais de 10 mil pessoas. Pediu o apoio dos deputados e os convidou a visitar o Hospital Dom João Becker, no município, para conhecerem o trabalho realizado e a situação vivenciada pelos funcionários.

Visitas
Na próxima quarta-feira (3), após a reunião ordinária, os deputados realizarão visita ao Hospital Centenário, de São Leopoldo. Também poderão visitar o Hospital Municipal Getúlio Vargas, de Sapucaia do Sul, para verificar o porquê da suspensão das obras de ampliação das suas dependências e a situação financeira da instituição, a pedido do deputado Vilmar Lourenço (PSL).

Além do vice-presidente, Doutor Thiago, participaram da reunião os deputados Edegar Pretto (PT), Valdeci Oliveira (PT), Kelly Moraes (PTB), Franciane Bayer (PSB), Paparico Bacchi (PR), Vilmar Lourenço (PSL) e Neri, o Carteiro (Solidariedade).

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissao de Saude

    PESQUISA DE NOTÍCIAS
    Termo
    Período
       


    TV Assembleia

    Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
    Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30