ECONOMIA, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E TURISMO
Deputados ouvem economista Gustavo Moraes sobre futuro da economia do RS
Vicente Romano - MTE 4932 | Agência de Notícias - 13:11 - 27/03/2019 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Guerreiro

Deputados que integram a Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo ouviram, durante reunião ordinária realizada nesta quarta-feira (27), o economista Gustavo Moraes abordar, em palestra, o tema “O RS e a economia do futuro”. A reunião teve a presença do ex-governador Pedro Simon, pai do presidente do grupo técnico, deputado Tiago Simon (MDB).

Gustavo Moraes, inicialmente, disse que o Rio Grande do Sul tem vários problemas, mas, ao mesmo tempo, tem margem para reencontrar o caminho do desenvolvimento. “O estado perdeu a oportunidade de ter um projeto de desenvolvimento e ficou administrando crises. Parece que perdeu a inspiração e a sua capacidade de se aperfeiçoar".

Ao diagnosticar os problemas do RS, o economista apontou três problemas a serem enfrentados com urgência: educação, estagnação econômica da Metade Sul e a falta de financiamento para o desenvolvimento da infraestrutura de comunicações, energia e transportes. “O aspecto que mais me impactou foi a educação”, afirmou. Os índices gaúchos, em relação a outras unidades da federação, de repetência, migração para o Eja e, especialmente, evasão escolar, mostram uma evolução crescente. "Hoje temos o maior índice de evasão do centro-sul brasileiro, tanto na rede pública como na rede privada de escolas”, acrescentou.

A histórica defasagem econômica da Metade Sul, em relação ao norte do Estado também foi indicado por Gustado Moraes como um dos problemas não resolvidos no RS. Para ele, a dificuldade de comunicação física da região acaba por desestimular o fluxo econômico, turistico e cultural. Em relação ao Cone Sul, o economista vê o RS “ensanduichado” por economias com mais competitividade, por terem melhor infraestrutura. Outro ponto que pesa contra o estado no quesito de atração de investimento é, conforme Gustavo Moraes, a divida do RS com a União, cerca de 8 mil reais per capita. “Enquanto que Santa Catarina tem uma dívida de 2,6 mil per capita e o Paraná um pouco mais de 1 mil reais.

Na avaliação do palestrante, o setor público tem hoje a função de facilitar as condições de atração de investimentos. Ele recomendou a busca por financiamento externo, já que não há reservas no setor público e privado estadual. Gustavo disse acreditar que a China, Japão e Coreia do Sul possam investir no RS.

Gustavo Moraes
O palestrante é doutor em Economia Aplicada na ESALQ-USP. Mestre em Desenvolvimento Econômico pela UFPR (2005) e bacharel em Ciências Econômicas pela FEA-USP (1999). Atua principalmente nos temas do desenvolvimento econômico, macroeconomia, economia da defesa e economia dos recursos naturais. Membro do comitê editorial da Revista Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural desde julho de 2012. Autor colaborador do PMBC – Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Atualmente professor doutor da PUCRS e coordenador do curso de graduação em Economia. Em 2018 Gustavo foi condecorado Economista do Ano pelo Conselho Regional de Economia.

Despedida
Antes do período de assuntos gerais da Comissão, o deputado Ruy Irigaray (PSL) se despediu do colegiado. Ele assumiu a titularidade da secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo em cerimônia após a reunião, e licenciou-se do cargo de deputado. Garantiu aos colegas parlamentares que toda a demanda originária da Comissão terá prioridade de atendimento na Secretaria, e anunciou que pretende participar uma vez por mês das reuniões do colegiado.

Metade Sul
Presente à reunião, o ex-governador Pedro Simon fez uma narrativa histórica sobre a ausência de industrialização da Metade Sul rio-grandense e as tentativas de buscar incentivos para a região junto ao governo federal.

Presenças
Participaram da reunião os deputados Tiago Simon (MDB), Aloísio Classmann (PTB), Pedro Pereira (PSDB), Dalciso Oliveira (PSB), Eric Lins (DEM), Ruy Irigaray (PSL), Fábio Ostermann (NOVO) e Paparico Bacchi (PR). O ex governador Pedro Simon também participou do encontro.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30