TRIBUNA
Deputado Pepe critica reajuste de salários de executivos do Banrisul
Claiton Stumpf - MTE 9747 | PT - 17:51 - 09/04/2019 - Foto: Guerreiro

O deputado Pepe Vargas (PT) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão dessa terça-feira (9) para defender que o Estado não reajuste os altos salários dos executivos do Banrisul em detrimento dos demais servidores que estão com salários parcelados e sem reajustes há pelo menos quatro anos. Em declaração de liderança, Pepe lamentou a falta de transparência com que o governo do estado vem tratando a venda de ações preferenciais nominativas do banco do estado.

Conforme Pepe, a venda de 50 milhões em ações do Banrisul resultará na perda de rendas futuras para o Estado. O deputado argumentou que a venda do patrimônio não é solução e chamou a atenção para o fato noticiado pela imprensa há alguns dias de que para adequar o Banrisul às regras do sistema financeiro será necessário o reajuste salarial dos executivos. “Mas como assim? Onde é que está escrito que tem que ter determinado padrão salarial para executivos do banco. Essa é uma política que cada instituição deve estabelecer. Aliás, o salário de um diretor do Banrisul já é elevado e aí num momento como esse em que o governo não paga salários em dia, onde o professor cada vez mais precisa de um completivo para chegar no valor mínimo que precisa receber e que há quatro anos não tem reajuste salarial, onde o governador, secretários e deputados estão com salários congelados. E quero deixar muito claro: corretamente congelados. Só que faltava haver reajuste num momento como esse”.

O que não pode, segundo o parlamentar é aumentar os altos salários dos dirigentes do banco. Pepe chamou a atenção e apelou para que o governador intervenha para que o conselho de administração, formado majoritariamente por representantes do Estado não votem pelo reajuste salarial dos executivos. Para o deputado o reajuste é descabido e representa um “acinte” em relação aos professores e a várias outras categorias que não têm aumento. “O banco é de propriedade do estado e do povo gaúcho. Governador, não permita que ocorra este absurdo!”.

Daer não investe em estradas da Serra

O deputado Pepe Vargas também chamou a atenção para a falta de investimentos na manutenção das rodovias da Serra gaúcha. Recordou de audiência realizada no Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (DAER) no último dia 25, na qual foram assumidos alguns compromissos por parte dos diretores da autarquia que não estão sendo cumpridas. O deputado reconheceu que está sendo instalado o reivindicado redutor eletrônico de velocidade no trevo de Fazenda Souza, na Rota do Sol, em Caxias do Sul. Contudo, saliento, o péssimo estado de conservação da ERS-122 entre Caxias e Farroupilha e entre Farroupilha e São Vendelino é resultado do descaso do Estado. “Apesar da regularização do fornecimento de asfalto há mais de três semanas, o problema está cada vez pior, pois com as chuvas os buracos vão aumentando de tamanho e quantidade”.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30