GRANDE EXPEDIENTE
Deputado Zucco celebra o Dia do Exército Brasileiro
Marinella Peruzzo - MTE 8764 | Agência de Notícias - 15:37 - 16/04/2019 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Michael Paz
Zucco lembrou os 27 anos que atuou no Exército Brasileiro
Zucco lembrou os 27 anos que atuou no Exército Brasileiro
Valores como a família, a hierarquia, a disciplina e o amor à Nação foram a tônica do pronunciamento do orador do Grande Expediente da sessão plenária desta tarde (16), deputado Tenente-Coronel Zucco (PSL), ao homenagear o Dia do Exército Brasileiro, celebrado em 19 de abril. A data marca também os 371 anos da Batalha dos Guararapes, quando, segundo o parlamentar, "o sentimento de nação fez brotar a sinergia necessária para derrotar os invasores estrangeiros, mais numerosos e mais bem armados”.

Citando o filósofo alemão Arthur Schopenhauer – “O destino embaralha as cartas e nós jogamos” –, o deputado falou da emoção que o tomava ao tratar do tema. “Há pouco mais de três meses deixei o Exército Brasileiro, depois de 27 anos de dedicação”, contou o parlamentar, explicando que por quase três décadas a caserna havia sido a sua segunda casa, onde fez amigos que se tornaram irmãos e presenciou episódios que fortaleceram o seu caráter. “Tudo o que sou devo ao Exército e às pessoas inesquecíveis com quem convivi e que guardarei para sempre na minha memória e no meu coração”, declarou, agradecendo a Deus por ter sido tão generoso com ele.

O deputado apontou uma série de eventos em que as forças do Exército teriam sido fundamentais para recompor a paz, como na primeira referência que se tem à “pátria”, em 1645, por ocasião da luta de índios, negros e brancos luso-brasileiros contra os invasores holandeses. Segundo ele, a expressão “Braço forte, mão amiga”, mais do que um slogan, era o retrato de uma realidade em que homens e mulheres, usando uniformes verde-oliva, estavam em permanente alerta para garantir as fronteiras e o bem-estar de todos os brasileiros em qualquer parte do território nacional.

Referiu a presença do Exército ainda em momentos como a Independência da Colônia, o fim da escravidão, a proclamação da República e a 2ª Guerra Mundial. Prosseguiu citando o papel da instituição também na Guerra Fria “ao livrar o país da ameaça comunista”, em Suez, na República Dominicana, em Angola, em Moçambique, no Timor Leste, no Haiti e no Líbano, bem como na área da Segurança Pública, cooperando com os demais órgãos no combate à criminalidade, e na Amazônia brasileira.  

No que se refere a infraestrutura, a Engenharia Militar deixou sua marca, segundo Zucco, na construção de mais de 100.000 metros de pontes, viadutos e túneis, 3.900 quilômetros de ferrovias, 27.000 quilômetros de rodovias, 10.000 residências, 2.000 quilômetros de linhas telegráficas e 31 aeroportos, além de canais hídricos que levam água a mais de 4 milhões de cidadãos nordestinos.

Para Zucco, o Exército Brasileiro é muito mais que força e organização. “É compromisso para formar cidadãos íntegros, qualificar jovens brasileiros através do Serviço Militar, conhecido como a fábrica de cidadãos”, considerou o parlamentar. “Em quartéis espalhados por todo Brasil, jovens adultos aprendem os conceitos de trabalho em equipe, responsabilidade, respeito às instituições e aos mais velhos, iniciativa, decisão, coragem física e moral”.

Segundo o orador, esses conceitos são fundamentais para a construção do “cidadão de bem”. Mais do que nunca, disse, “lamentamos a ausência destes princípios em tantos lares do Brasil. Basta olhar em volta para constatar a importância desses valores para sobrepujar a droga, o excesso de álcool, a irresponsabilidade, a violência e a imaturidade que permeia uma geração que tanta preocupação desperta”.

O parlamentar homenageou os familiares dos integrantes do Exército por terem de se adaptar a lugares desconhecidos, muitas vezes distantes, com inúmeras carências, sem infraestrutura e em condições precárias. “Sabemos da importância da família, do apoio daqueles que estão sempre presentes, da vital energia emanada por esta cumplicidade do bem, onde um ombro amigo é fundamental para suportar os desafios da vida militar”, afirmou.

Associaram-se à homenagem, em apartes, os deputados Capitão Macedo (PSL), Elizandro Sabino (PTB), Paparico Bacchi (PR), Mateus Wesp (PSDB), Rodrigo Maroni (PODE), Giuseppe Riesgo (NOVO), Franciane Bayer (PSB), Issur Koch (PP), Vilmar Zanchin (MDB), Sérgio Peres (PRB), Eric Lins (DEM) e Pepe Vargas (PT).

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Grande Expediente

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30