SESSÃO PLENÁRIA
Pronunciamentos na tribuna nesta quinta-feira
Olga Arnt - MTE 14323 | Agência de Notícias - 16:13 - 09/05/2019 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Guerreiro
Dr. Thiago Duarte foi um dos parlamentares que utilizou a tribuna
Dr. Thiago Duarte foi um dos parlamentares que utilizou a tribuna
Confira o resumo dos pronunciamentos dos deputados e das deputadas durante o período das Comunicações da sessão plenária do Parlamento gaúcho, desta quinta-feira (9). A íntegra das manifestações pode ser ouvida no endereço www.al.rs.gov.br/legislativo, em áudios das sessões.
 
Dr. Thiago Duarte (DEM) registrou a importância da discussão, promovida pelas comissões de Saúde e Meio Ambiente e de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa, em audiência pública na comunidade de Itapuã em Porto Alegre para tratar da instalação de um aterro sanitário no local. Além disso, fez duras críticas à iniciativa do deputado Valdeci Oliveira (PT) de propor a criação de uma Frente Parlamentar contra a Violência Obstétrica. De acordo com Thiago Duarte, o termo “violência obstétrica” é preconceituoso e criminaliza procedimentos consagrados, como a cesariana e a reanimação cardiorrespiratória. “Parece que querem promover a volta das taxas de mortalidade materno-infantil do tempo em que os partos eram feitos em casa”, disparou. Ele acredita que os projetos de lei que tratam da violência obstétrica, como o aprovado pela Câmara de Vereadores de Pelotas, têm o propósito de “auferir ganhos financeiros para doulas e advogados”.
 
Sebastião Melo (MDB) criticou a vinculação do Conselho de Controle de Atividade Financeira (COAF) ao Ministério da Economia e não mais ao Ministério da Justiça, aprovada ontem (8) na comissão do Congresso que analisa a Medida Provisória que trata da reforma administrativa do governo federal. “Para nossa surpresa, o centrão retirou o COAF do Ministério da Justiça. Isso é o mesmo que colocar a raposa para cuidar do galinheiro. Esperamos que o plenário tenha juízo, diga não a esta iniciativa e aprove também o pacote anticrime”, defendeu. Melo afirmou ainda que não acredita que o governador Eduardo Leite “queira vender a geladeira para pagar o mordomo”. “Traduzindo, não acredito que o governador vá vender as estatais para colocar o dinheiro no caixa único. Esperamos que o projeto de privatização venha acompanhado de um fundo para evitar que o dinheiro seja gasto no custeio”, finalizou.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30