ORDEM DO DIA
Piso regional e nomes para direção do Banrisul estão aptos a serem votados
Marinella Peruzzo - MTE 8764 | Agência de Notícias - 13:31 - 13/05/2019 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Guerreiro
Plenário poderá apreciar matérias do Executivo, Mesa, deputados e comissões
Plenário poderá apreciar matérias do Executivo, Mesa, deputados e comissões

Quatro matérias cumpriram os trâmites necessários e poderão ser votadas na sessão plenária desta terça-feira (14). Entre elas está o Projeto de Decreto Legislativo nº 1 2019, da Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, que aprova os nomes indicados pelo governador Eduardo Leite para comporem a direção do Banrisul. A matéria começou a ser apreciada na sessão da última terça-feira (7).

Para o cargo de presidente do banco, a escolha do governador foi pelo economista carioca Coutinho Mendes; já para as diretorias da instituição, foram indicados Osvaldo Lobo Pires (diretor de crédito), Raquel Santos Carneiro (diretora jurídica), Marcos Vinícius Feijó Staffen (diretor financeiro), Claise Muller Rauber (diretora da área de risco) e Fernando Postal (diretor comercial).

Na Comissão de Finanças, quando da apreciação da matéria, em 24 de abril, deputados do PT pediram que as indicações fossem votadas separadamente, o que foi rejeitado. Agora, para a apreciação em plenário, a deputada Luciana Genro (PSOL) apresentou requerimento com a mesma solicitação.

A bancada do PT optou por uma declaração de voto em que rejeita a proposta nos termos em que foi apresentada. No documento, os deputados questionam as indicações do presidente e de dois diretores, oriundos do mercado financeiro, e as remunerações propostas para os cargos.

Ainda afirmam que o critério para a escolha do presidente estava relacionado à intenção de se privatizar o banco, o que, segundo os parlamentares, iria “contra os interesses da sociedade gaúcha e do próprio Banrisul, que são o financiamento dos investimentos na agricultura, indústria, infraestrutura, comércio e serviços, além de investimentos sociais nas áreas de educação, saúde, agricultura familiar, entre outras”.

Piso regional
Também está apto a ser votado o PL nº 172 2019, que estabelece reajuste de 3,4% nos pisos salariais no Rio Grande do Sul, ficando estes em uma faixa de R$ 1.237,15 a R$ 1.567,81, conforme a categoria. Uma emenda do deputado Fernando Marroni (PT) propõe um reajuste de 4,61%, igualando-o àquele concedido ao salário mínimo nacional.

As outras duas matérias aptas a serem votadas são um projeto de Resolução da Mesa Diretora (PR 17 nº 2019), que autoriza a liderança de governo na Assembleia Legislativa a dispor de espaço físico na Casa e de cota para material de expediente e outras despesas, e projeto de lei (PL nº 267 2016), do deputado Frederico Antunes (PP), que propõe a inclusão no Calendário Oficial de Eventos do Estado a Expotupã, feira realizada anualmente na cidade de Tupanciretã.

Embora aptas a serem votadas, as matérias precisam do aval dos Líderes em reunião a ser realizada às 11h30, na sala da Presidência, na terça-feira (14).

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30