PROCURADORIA ESPECIAL DA MULHER
Kelly Moraes apresenta ações da Procuradoria da Mulher nos primeiros cinco meses de 2019
Olga Arnt - MTE 14323 | Agência de Notícias - 15:13 - 29/05/2019 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Christian Pacheco
A deputada Kelly Moraes (PTB) apresentou, no início da tarde desta quarta-feira (29), um balanço da atuação da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa nos primeiros cinco meses deste ano. Coordenadora do órgão desde o início da atual legislatura, a parlamentar sugeriu a realização de um estudo para a adoção de uma equipe multidisciplinar no órgão, que funciona com apenas um funcionário efetivo, além de duas servidoras de seu gabinete. “Precisamos estudar a adoção de uma estrutura mínima que garanta a continuidade das ações da Procuradoria, independentemente de quem assuma o seu comando”, argumentou a deputada.

De acordo com o levantamento apresentado por Kelly, de janeiro a maio a Procuradoria realizou 21 atendimentos, envolvendo violência no trabalho, violência doméstica, abuso de menor, perturbação sexual, abuso sexual e discriminação por deficiência. “Mesmo sem cabo e sem facão, a Procuradoria faz um trabalho muito bom. Temos que avançar e ampliar o debate. Além da questão da violência de gênero, precisamos discutir políticas igualitárias e a maior participação das mulheres na política”, sugeriu a deputada Zilá Breitenbach (PSDB).

A deputada Silvana Covatti (PP) defendeu melhorias na estrutura da Procuradoria e sugeriu o agendamento de uma reunião com o presidente do Parlamento gaúcho, Luís Augusto Lara (PTB), para tratar do assunto. “Pouco a pouco, vamos melhorando a estrutura para atender as mulheres que nos procuram”, encorajou.

Já a deputada Sofia Cavedon (PT) propôs que a Procuradoria cobre do governo do Estado a realização da Conferência Estadual da Mulher. A deputada Franciane Bayer (PSB) sugeriu a formação de equipe do órgão para a realização do acolhimento das mulheres, e a deputada Fran Somensi (PRB) defendeu a abordagem propositiva das questões de gênero, enfocando experiências que estimulem a superação.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Procuradoria Especial da Mulher

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30