AUDIÊNCIA PÚBLICA
Deputado Jeferson articula movimento pela nomeação de concursados
Claiton Stumpf - MTE 9747 | PT - 16:19 - 06/06/2019 - Foto: Celso Bender

O prazo de validade do concurso para preenchimento do efetivo do Corpo de Bombeiros e para a Brigada Militar realizado em 2017 será estendido até julho de 2020 e o governo do Estado se comprometeu em encaminhar a elaboração de um calendário de chamamento dos aprovados. Esse foi o resultado positivo obtido na manhã desta quinta-feira (6), a partir do movimento coordenado pelo deputado estadual Jeferson Fernandes (PT), autor do requerimento para a realização de audiência pública e de reunião com o subchefe da Casa Civil do governo estadual, Bruno Pinto de Freitas, para cobrar do governo estadual a convocação para o ingresso no serviço público. No encontro, o grupo entregou a Bruno Freitas moções de apoio à demanda, oriundas de 70 Câmaras Municipais, além de solicitar a prorrogação da data de validade da seleção pública.

A partir das 9h30, o deputado, que também preside a Comissão de Segurança e Serviços Públicos, recebeu os aprovados em concurso para os cargos de soldado da Polícia Ostensiva da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, acompanhados de dirigentes da Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (ABAMF), representando os servidores médios da BM, e a Associação dos Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (ABERGS). O objetivo foi discutir a situação dos concursados. No encontro, o major Carlos Eduardo Dorneles, chefe do recrutamento e seleção da BM, falou sobre a possível renovação e prorrogação dos editais para a seleção pública de 2017 até o próximo ano. Ele explicou que a homologação do edital aconteceu em 3 de julho de 2018, encerrando-se em 2020. “Deixo bem claro e os concursados podem ficar descansados que não vence o prazo de renovação no dia 3 de julho deste ano”, assegurou.

No concurso realizado em 2017, foram aprovados 3,8 mil candidatos que até hoje aguardam serem convocados. De acordo com o presidente da ABERGS, Ubirajara Ramos, o Corpo de Bombeiros tem um déficit de 1.052 soldados. “Nossa corporação corre risco e se arrisca para além do previsto nas normas de segurança ao mesmo tempo em que a sociedade gaúcha corre ristos desnecessários justamente pela falta de efetivo”, afirmou o representante dos bombeiros.

Já o vice-presidente da ABAMF, Jairo Rosa, ponderou que se o governo do Estado precisar de mais tempo para se planejar, precisa ampliar o prazo do edital. “Se o governo precisa de tempo para se planejar, que prorrogue o edital, pois vamos continuar lutando para que sejam convocados todos os aprovados em concurso”, sentenciou.O secretário Bruno afirmou que o governo aproveitará o concurso realizado para qualificar a segurança pública do Rio Grande do Sul e “a partir de uma análise de capacidade financeira, efetivamente iniciar o chamamento”.

Ao final das agendas, o deputado Jeferson avaliou que o resultado foi muito satisfatório. “Conseguimos fazer com que não se encerre o prazo do concurso e o comprometimento do representante do governo que garantiu encaminhar um calendário de chamamento tanto do excedente quanto dos aprovados do corpo de bombeiros para que aquele que está na fila de espera saiba exatamente o período em que pode ser chamado, a curto, médio ou longo prazo porque as comunidades gaúchas não suportam mais a falta de efetivo da Brigada Militar e a ameaça de fechamento de unidades dos bombeiros. É uma obrigação do estado prestar serviço na área da segurança e não há justificativa de que faltam recursos. O estado tem que ter uma política de crescimento, desenvolvimento econômico que supra essas demandas essenciais: segurança, saúde e educação“, frisou.

Na audiência pública também se manifestaram em apoio à demanda dos concursados e à diminuição do déficit de efetivos da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros os deputados Tenente-Coronel Zucco (PSL), Sebastião Melo (MDB) e Elton Weber (PSB); o ex-deputado Bombeiro Bianchini, o 1º Sargento Ubirajara Ramos e Ederson Franco, da Abergs, Jairo Rosa e José Antônio Guerra, da Abamf; Paulo Henrique Monteiro Oliveira, do Comando do Corpo de Bombeiros Militar; Ivan Duarte, vereador de Pelotas; Paloma Ribeiro e Leonardo Stefen, representando os concursados.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissão de Segurança e Serviços Públicos

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30