VALORES QUE FICAM
AL promove audiência em Santa Cruz do Sul para estimular doações e discutir privatizações
Francis Maia - MTE 5130 | Agência de Notícias - 16:50 - 07/06/2019 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Michael Paz
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luis Augusto Lara (PTB), fez a abertura da sétima audiência pública promovida pela AL para divulgar a campanha Valores que Ficam, que incentiva a doação de recursos do Imposto de Renda a fundos sociais. O encontro aconteceu na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul na tarde desta sexta-feira (7), reunindo autoridades do município e de diversas localidades do Vale do Rio Pardo.
 
Ao lado da deputada Kelly Moraes (PTB), representante da cidade e da região na Assembleia, Luis Augusto Lara detalhou os propósitos da campanha, que numa primeira etapa sensibilizou a sociedade e impulsionou em 42% a destinação de recursos do Imposto de Renda para o Funcriança, alcançando R$ 13,8 milhões. Ele destacou a colaboração do Conselho Regional de Contabilidade e da Receita Federal, explicando que nesta segunda fase, a campanha procura sensibilizar os contribuintes para que destinem 8% do Imposto de Renda a pagar, dos quais 6% podem ser encaminhados para o Funcriança ou Fundo do Idoso, e os outros 2%, para tratamento de câncer e pessoas com deficiência.
 
“A ideia é conscientizar as pessoas em Santa Cruz do Sul e região para que o potencial de arrecadação permaneça na cidade”, assinalou Lara. Em torno de R$ 6 milhões podem ser disponibilizados para o município, informou o presidente da Assembleia. Ele deu o exemplo das emendas parlamentares, que em Santa Cruz do Sul são destinadas pelo deputado federal Marcelo Moraes, para observar que valores semelhantes podem ser alcançados através da campanha Valores que Ficam. E referiu o impacto das destinações desses recursos nos municípios onde as audiências foram realizadas até o dia 30 de abril, prazo para entrega das declarações de renda. Lara argumenta que não faz sentido mandar esses recursos para Brasília, quando podem ser direcionados para hospitais e entidades beneficentes.
 
Participação da comunidade
Sobre os debates políticos, observou que os projetos a serem aprovados na Assembleia terão repercussão nos próximos 30 anos, o que exige a participação da comunidade, indicando as contrapartidas às empresas nas modelagens que estão em discussão. Deu o exemplo da Corsan, uma vez que o Rio Grande do Sul é um dos estados com maior déficit de saneamento do país, ‘se não atuarmos na modelagem, de forma que os prefeitos tenham contrapartida nas cidades, depois vai ser tarde demais”, alertou. Também referiu a venda da CEEE, CRM e Sulgás, questionando a possível destinação de recursos da privatização para pagar folha de pagamento ou juro da dívida, “é vender a casa para sair de férias”, quando o correto seria destinar para concessão de hidrovias, por exemplo, retirando os caminhões das rodovias e barateando os fretes.
 
Lara fez a entrega de placa em homenagem à Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, entregue para a presidente, vereadora Bruna Jeanine Molz. A reitora da UNISC, Carmen Lúcia de Lima Helfer, destacou a iniciativa da Assembleia em mobilizar as comunidades do interior para debater temas como as privatizações ou a destinação de recursos do Imposto de Renda para as entidades filantrópicas. Observou que a UNISC participa em projetos sociais que envolvem o uso do Imposto de Renda.
 
Também prestigiaram a audiência representantes da Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo, prefeitos e vice-prefeitos, vereadores, secretários municipais, pró-reitores da UNISC, Coordenadoria Regional de Educação, dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria do Fumo, e outras entidades.
 
Para promover a campanha Valores que Ficam e debater as privatizações e concessões, foram projetadas dez audiências públicas em nove regiões do Estado.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Audiências Públicas - Santa Cruz do Sul

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30