PRÊMIO JOVEM CIENTISTA
Assembleia entrega no dia 26 de junho o Prêmio Jovem Cientista 2019
Luiz Osellame - MTE 9500 | Solar dos Câmara - 11:00 - 21/06/2019 - Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul entrega o Prêmio Jovem Cientista 2019 às 11 horas do dia 26 de junho, na presidência da Casa. Serão agraciadas com a distinção as estudantes Giovana Berti Mantovani, Bruna da Silva Cruz e Laura Eduarda Mallmann Kieling.

Instituído em 2009 pelo Parlamento gaúcho, o Prêmio Jovem Cientista é conferido anualmente a estudantes das escolas de ensino médio e/ou da educação profissional de nível técnico do Estado com as melhores pontuações na da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia – MOSTRATEC, promovida pela Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo.

A premiação visa reconhecer e incentivar as pesquisas científicas e tecnológicas desenvolvidas por alunos de escolas de ensino médio e da educação profissional de nível técnico do Rio Grande do Sul. As vencedoras recebem como premiação as passagens aéreas e hospedagem para participarem da 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira Para o Desenvolvimento da Ciência (SBPC), que ocorre de 21 a 27 de julho, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, com o tema “Ciência e Inovação nas Fronteiras da Bioeconomia, da Diversidade e do Desenvolvimento Social”.

Agraciadas

  • 1º Lugar
    Giovana Berti Mantovani

    Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha (Novo Hamburgo) - Projeto Avaliação da atividade antitumoral da solução detergente ACABI.
  • 2º Lugar
    Bruna da Silva Cruz
    Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha (Novo Hamburgo) - Projeto Fast Braille - Impressora com múltiplas funções para auxiliar a escrita de deficientes visuais.
  • 3º Lugar
    Laura Eduarda Mallmann Kieling
    Colégio Estadual Cônego Afonso Scherer (Santa Maria do Herval) - Projeto Percepção de sintomas depressivos em estudantes de ensino médio de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul.

Síntese dos projetos vencedores

Giovana Berti Mantovani - Projeto Avaliação da atividade antitumoral da solução detergente
ACABI Câncer é um conjunto de mais de 100 doenças caracterizadas pelo crescimento desordenado de células agressivas, sendo responsáveis pela morte de 8,8 milhões de pessoas anualmente no mundo. Assim, o trabalho tem por objetivo avaliar a atividade antitumoral da solução detergente ACABI. A metodologia consistiu, em primeiro lugar, em determinar se a solução ACABI era capaz de danificar mais células tumorais do que células sadias, identificando a faixa de concentrações onde há essa atividade antitumoral seletiva. Desse modo é possível concluir que a solução detergente ACABI apresenta atividade antitumoral seletiva, prejudicando mais células malignas que sadias, além de que essa atividade se repete em linhagens tumorais muito distintas, o que possibilita a generalização da atividade antitumoral da solução detergente ACABI para diferentes tipos de tumores.

Bruna da Silva Cruz - Projeto Fast Braille
Impressora com múltiplas funções para auxiliar a escrita de deficientes visuais A presente pesquisa envolve as áreas de engenharia mecânica e de tecnologia assistiva. Trata-se de um estudo tecnológico sobre a viabilidade de construir um dispositivo eletromecânico com diversas funções para auxiliar a escrita e a leitura dos deficientes visuais. O projeto traduz-se na seguinte pergunta: como facilitar o uso do Braille por meio da proposição de uma tecnologia assistiva? Desta forma, a pesquisa teve como objetivo criar uma máquina leve, de fácil transporte e que grafasse automaticamente letras no sistema Braille. Obteve-se com êxito o objetivo da pesquisa, que permanece em desenvolvimento, buscando-se aperfeiçoar ainda mais os sistemas, com a possibilidade de acrescentar funções como: reconhecimento de voz e comunicação entre a máquina e sistemas androide ou computadorizados, via bluetooth, para enviar arquivos de textos a serem impressos automaticamente. Assim a pesquisa garante o seu principal propósito, que é aprimorar tecnologias de impressão Braille para que sejam acessíveis a todos.

Laura Eduarda Mallmann Kieling - Projeto Percepção de sintomas depressivos em estudantes de ensino médio de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul.
O trabalho buscou analisar a presença de sintomas depressivos em estudantes de Ensino Médio em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul, cuja população apresenta altos índices de depressão e suicídio, segundo relatos dos profissionais de saúde vinculados a Equipe de Estratégia da Saúde da Família (ESF) do município. A partir dos dados coletados, foi possível observar a intensidade de sintomas depressivos em estudantes do Ensino Médio nesta comunidade. A partir dos resultados obtidos destaca-se que, ações voltadas ao cuidado em saúde mental tornam-se indispensáveis já na adolescência, demonstrando também que intervenções sobre essa temática na escola são muito importantes, pois através delas os alunos poderão ter a oportunidade de falar sobre o tema, o que justamente é uma das melhores estratégias de prevenção e promoção da saúde mental.

Serviço

  • Cerimônia de entrega do Prêmio Jovem Cientista 2019
  • Dia 26 de junho, às 11 horas
  • Na presidência da ALRS
  • Informações: (51) 3210-2924 ou www.al.rs.gov.br/dc
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Prêmio Jovem Cientista

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30