VALORES QUE FICAM
Representante do Conselho de Contabilidade atesta importância da campanha Valores que Ficam
Vicente Romano - MTE 4932 | Agência de Notícias - 15:36 - 09/08/2019 - Edição: Sheyla Scardoelli - MTE 6727 - Foto: Michael Paz
Delegado do CRCRS em Santa Rosa, Clóvis Molinari
Delegado do CRCRS em Santa Rosa, Clóvis Molinari

Em sua palestra na audiência de divulgação da campanha Valores que Ficam, o delegado do Conselho Regional de Contabilidade (CRCRS) em Santa Rosa, Clóvis Molinari, certificou a importância da campanha  e explicou como o cidadão pode destinar parte do seu Imposto de Renda devido a fundos sociais. A audiência de divulgação da campanha Valores que Ficam, em sua 9ª edição, aconteceu durante da tarde desta sexta-feira (9), na Câmara de Vereadores de Santa Rosa.

Molinari expôs, inicialmente, o trabalho de divulgação efetuado pelos contabilistas, comandados pelo Conselho Regional de Contabilidade da região de Santa Rosa com o objetivo de ampliar a destinação de parte do imposto de renda para as entidades sócias do município, através dos fundos sociais. Ele lamentou o pequeno índice de doações, justificando que ainda falta conscientização da comunidade e divulgação do procedimento de doação. Para ele, a doação é uma atitude que pode injetar consideráveis recursos nas entidades sociais. “Com esse simples gesto, poderemos tirar crianças das ruas, dar mais educação e cultura para elas, o que acarretará numa sociedade melhor”, assegurou.

Para Molinari a tarefa de conscientização da doação deve ser efetivada pelos entes públicos e pelos veículos de comunicação. O contabilista elogiou a campanha da Valores que Ficam da Assembleia Legislativa e pediu que ela seja reproduzida na região noroeste do RS. “Santa Rosa é conhecida como capital da solidariedade, o que deve motivar ainda mais o trabalho que objetiva ampliar os recursos para entidades sociais”, afirmou.

O representante do Conselho Regional explicou, ainda, que a destinação para fundos sociais que atendam crianças, adolescentes, idosos ou até mesmo para o fundo audiovisual, pode ser realizada por toda a pessoa física, no limite de 6% de dedução do Imposto de Renda Devido até o final do mês de dezembro deste ano ou até 3% quando da apresentação da declaração de imposto de renda até abril de 2020.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Audiência Pública - Santa Rosa

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30