SAÚDE
Zé Nunes denuncia desmonte das políticas pública para a saúde mental
Claiton Stumpf (MTB 9747) | PT - 16:32 - 10/10/2019 - Foto: Celso Bender

O Dia Mundial da Saúde Mental, celebrado nesta quinta-feira (10) foi lembrado pelo deputado Zé Nunes na Assembleia Legislativa. O parlamentar fez uma análise sobre a evolução no tratamento das doenças mentais no Brasil e reforçou a importância de o país não retroceder nas políticas públicas voltadas para a saúde mental.

De acordo com Zé Nunes, antes dos anos 90, no Brasil, todos os investimentos em saúde mental eram voltados para a política manicomial. Produzimos verdadeiros presídios de pessoas com sofrimento mental e tivermos as maiores atrocidades e a partir da constituição de 88, e da criação do Sistema Único de Saúde (SUS), tivemos uma evolução muito grande, buscando uma política de saúde mental que levasse em conta o ser humano, que buscasse a inserção das pessoas com sofrimento mental na sociedade e o cuidado com liberdade. Isso sem dúvida foi uma revolução e todos conhecemos a reforma psiquiátrica. O RS foi referência e o primeiro estado a ter uma legislação”, afirmou, citando o trabalho do ex-deputado federal Marcos Rolin, que trabalhou pela reforma psiquiátrica.

Para o deputado, muitos avanços foram conquistados. A instituição dos Centros de Atendimento Psicossocial (Caps), segundo ele, foi uma referência que materializou tudo que se preconiza na reforma psiquiátrica. Contudo, os cortes nos investimentos nas políticas de saúde mental como todas as políticas em saúde, a partir da PEC da morte, estão colocando em risco tudo que se conquistou. “Os recursos são prioritariamente destinados para os manicômios, para a política de internação, enfraquecendo a rede de atenção básica e os Caps”.

O parlamentar foi prefeito de São Lourenço do Sul, município no Sul do Estado que foi protagonista no Brasil na reforma psiquiátrica e ainda hoje é referência na área. A administração de Zé Nunes implantou um projeto que criou três Caps, referências para tratamento de dependentes de álcool e drogas, criou 20 leitos especializados e o evento Mental Tchê, encontro que está na 14ª edição e que propõe a discussão de temas sobre a saúde mental. “Estamos assistindo aos retrocessos que estão sendo implementados tanto na área da saúde mental quanto em todas as políticas públicas destinadas à saúde dos brasileiros.”

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30