Coronavírus
Reduzir salários de todos os políticos, cortar privilégios e diminuir a desigualdade
Luciana Genro* | PSOL - 16:23 - 10/06/2020

Bolsonaro “desafiou” os parlamentares a reduzirem seus salários para que o auxílio emergencial seja mantido em R$ 600 por mais dois meses. Nós, parlamentares do PSOL, estamos de acordo com a proposta de redução salarial, e vamos além. Queremos que a renda básica seja mantida de forma permanente, pelo menos até o fim da crise econômica, que deve ser longa.

Para isso, além de reduzir salários dos todos os políticos (parlamentares, ministros, presidente e secretários) e privilégios de todo tipo, é preciso uma política estrutural de combate às desigualdades. O Brasil tem 58 bilionários que concentram 1 trilhão de reais, que podem sustentar suas famílias sem trabalhar por milhares de anos. Enquanto isso, milhões de pessoas sobrevivem com menos de um salário mínimo por mês.

Por isso queremos a regulamentação do imposto sobre grandes fortunas (previsto na Constituição). Proposta pela qual eu luto desde que fui deputada federal. Também é urgente a implementação de um imposto sobre heranças mais justo, iniciativa que apresentei agora como deputada estadual.

Chega de privilégios, chega de tanta desigualdade, vamos garantir dignidade para todos e todas!

*Deputada Estadual 

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30