Artigo
A realidade se impõe para todos
Giuseppe Riesgo | Novo - 13:52 - 05/12/2019
Quando Frédéric Bastiat afirmou que o Estado é “a grande ficção da qual todo mundo se esforça para viver às custas de todo mundo”, ele provavelmente não sabia estar tão certo mesmo séculos depois. Em momentos de crise fiscal, o economista francês sempre me vêm à mente.

No início do ano, o Judiciário, o Ministério Público, o Tribunal de Contas e a Defensoria se autoconcederam reajustes salariais de 16,38% sem o aval do Parlamento. Na mesma esteira, a Procuradoria Geral do Estado decidiu, por resolução interna, distribuir honorários a seus membros, que já recebem, em média, R$ 26 mil por mês. Incrementos que engordam o contracheque da elite do funcionalismo e que superam os salários de diversos professores Estado afora. Na prática, a sociedade não pôde sequer dizer se concorda, mas está sendo obrigada a bancar essas despesas. Azar do povo, né?

Todos estes Poderes alegam ter legitimidade para tomar tais decisões. No entanto, continuam sem dizer quem paga a conta. Esse dinheiro surge do nada ou é o mesmo que deixa de ir para áreas essenciais? O governo, há mais de quatro anos, atrasa salários de professores, policiais e demais servidores do Executivo, mas a Assembleia, Defensoria, MP, TCE e Judiciário... não! Em que planeta todos estes Órgãos vivem? Pelo fato de existir autonomia orçamentária, se julgam no direito de gastar o que bem entendem, sem compreender que a fonte secou. Para alguns, o RS continua sendo a grande ficção em que uns pensam que podem viver as custas de todo mundo. É revoltante!  

Apoio a reforma do Estado porque entendo a sua necessidade. Gastamos 82% do orçamento com pagamento de salários e aposentadorias do funcionalismo. Dois terços desta despesa é consumida com servidores da segurança e da educação. Mas, convenhamos, está na hora dos demais Poderes descerem do céu e tomarem um choque de realidade. Falta um pouco de Bastiat na vida dos nossos magistrados, promotores, procuradores e defensores públicos. O resto da população gaúcha, tenho certeza, não aguenta mais pagar a conta.

*Deputado estadual 
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30