MANDATO
“É papel do Estado impulsionar comércio e geração de empregos” diz Edegar em reunião com empresários
Leandro Moilina - MTE 14641 | PT - 09:24 - 30/09/2021 - Foto: Brayan Martins
É papel do Estado impulsionar o comércio e a geração de empregos, afirma Edegar Pretto em reunião com empresários
Deputado se reuniu com empreendedores na prefeitura de Palmeira das Missões

Empresários de Palmeira das Missões estiveram reunidos com o prefeito Evandro Massing e o deputado estadual Edegar Pretto. No encontro, que ocorreu nesta quarta-feira (29) na prefeitura do município, os empreendedores destacaram a necessidade de atenção ao setor, e cobraram que haja políticas públicas do Estado para a retomada da economia. Os representantes dos diversos segmentos de negócios lembraram os enormes prejuízos que tiveram por conta da pandemia, com isso, se endividaram e a inadimplência subiu. Para eles, a retomada econômica do estado deve passar em especial pelas pequenas empresas, pois são elas as que mais garantem a geração de renda para as famílias, já que esse tipo de empreendimento é geralmente familiar.

“Estamos num trabalho de escutar. Essa união de forças e ideias é para fazer com que o RS volte a cumprir o seu papel. Aqui em Palmeira há uma grande sintonia da administração municipal com a população. Isso mostra a aliança com a sociedade, da mesma forma que o Estado que queremos construir. Os setores produtivos querem mudança. Estamos sofrendo pela  falta de iniciativas, mas somos um estado potente”, afirmou o deputado.

Para o Ilson Heydt, proprietário de uma vidraçaria, é necessário ter uma visão de que não só os pequenos agricultores, mas também a pequena empresa precisa de subsídio para comprar equipamentos, assim como a redução de encargos. “É a partir desses incentivos que a gente vai conseguir promover uma retomada do crescimento do município e do estado. Hoje nós não temos parceria nenhuma, o Estado simplesmente abandonou as pequenas e médias empresas, tanto que várias empresas estão quebrando, outras fecharam as portas. Eu acho super importante a disposição do deputado Edegar Pretto, que veio nos ouvir e falar de projetos para alavancar os negócios”, elogiou. Segundo ele, atualmente não existe nenhum incentivo por parte dos governos federal e estadual.

Conforme pesquisa divulgada esta semana pelo Sebrae RS, 675 mil pequenas empresas fecharam suas portas no Rio Grande do Sul. Os números mostram a situação dos pequenos negócios no estado, com impacto drástico na economia e no aumento do desemprego. Para os empresários de Palmeira, os setores produtivos precisam de um olhar diferente dos governos, em especial com projetos que ajudem a impulsionar o comércio e a geração de empregos.

Sobre este tema, Edegar Pretto falou a respeito do Projeto de Lei 59, da bancada do PT, que tramita na Assembleia Legislativa. A proposta prevê a criação do programa de subsídio de juros e fundo de garantia de crédito para trabalhadores autônomos, Microempreendedores Individuais (MEI), micro e pequenas empresas e economia solidária. Os valores creditados seriam destinados à manutenção da renda e ao pagamento de funcionários, aluguéis, energia elétrica, água, telefonia entre outras despesas. Pelo projeto, o governo do Estado seria responsável pelo subsídio dos juros. As instituições bancárias que participarem do programa ficarão dispensadas de exigir um conjunto de certidões negativas.

Segundo o deputado, o projeto consiste em o Estado bancar os juros de financiamentos através de uma lei já existente, aprovada e sancionada no governo Tarso Genro, em 2011. Esse projeto, assinala o parlamentar, permite desburocratizar o acesso ao crédito, sem precisar comprovar renda ou apresentar avalista. "Nosso olhar passa por todos os setores, que têm desafios que empreendem uma série de projetos focados na modernização das condições estruturais e na ampliação e qualificação das políticas públicas. Precisamos pensar em emprego, saúde, segurança, educação e tranquilidade para as pessoas viverem. Isso é possível com um Estado presente, parceiro, com geração de oportunidades”, avalia Edegar Pretto.

Para o prefeito, o projeto que está na Assembleia representa um socorro ao setor neste momento de crise econômica. “Precisamos de um olhar de fomento aos setores produtivos. Tanto trabalhadores quanto empreendedores precisam de renda. Os desafios são grandes, e precisamos de políticas estruturadas. O projeto de crédito da bancada, que está na Assembleia, precisa avançar. Não podemos produzir miséria, diferente desta política que hoje está aí. Temos que pensar grande, com políticas de desenvolvimento”, avalia Massing.

O prefeito ainda lembrou que Palmeira das Missões tem uma administração preocupada com o setor de comércio e serviços, que representa mais de 40% do PIB do município. Citou a relevância da gestão estar envolvida com a participação pública, e reforçou que as gestões estadual e federal devem fazer sua parte na retomada econômica do país.

Segundo Massing, são grandes desafios quando se trata da micro e pequena empresa,  e esses desafios passam por uma série de ações que o e
Estado tem condições de realizar. Para ele, além das questões de crédito, o governo pode também fazer parcerias com instituições como o Sebrae, por exemplo, para ajudar a capacitar a micro e pequena empresa, do ponto de vista da gestão e da inovação. “Nós sabemos das dificuldades que esse segmento passa, mas quando ele tem assistência e apoio, pode ser diferente. A compra pública, por exemplo, é uma boa alternativa, porque o Estado é um grande comprador. Se parte dessas compras forem designadas para as micro e pequenas empresas e, além disso, fazer valer a Lei Geral para essa fatia de empreendedores, esse recurso público volta a ser injetado no mesmo segmento. Este é um setor que responde de forma muito ágil na geração de emprego e renda. Quando você incentiva a pequena empresa, ela contrata, e daqui a pouco ela dobra a sua força de trabalho”, exemplificou.

Também participaram da reunião o deputado federal Dionilso Marcon, o vice-prefeito Régis Lorenzoni, vereadores e lideranças do município e região.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Deputados

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30