PEDÁGIOS
Valdeci cobra diálogo por parte do governo sobre praça de pedágio em Santa Maria
Marcelo Antunes - MTE 8511 | PT - 11:25 - 27/10/2021 - Foto: Reprodução Fotografia / ALRS

O deputado Valdeci Oliveira (PT) cobrou, durante reunião ordinária realizada na manhã desta terça-feira (26), pela Comissão de Assuntos Municipais (CAM) da Assembleia Legislativa, que o governo do Estado inicie o diálogo e a crie uma mesa de negociação para discutir a instalação de uma praça de pedágio no Distrito de Palma, no interior de Santa Maria. O posto de cobrança em questão - um dos 22 que serão construídos em diversas regiões do RS e consta no projeto de concessão de rodovias do governo gaúcho pelos próximos 30 anos - está no centro dos debates e mobilização de moradores de Palma, Arroio do Só e de outras comunidades que integram a Quarta Colônia e serão afetadas pelo pedagiamento da rodovia RSC-287 com vistas a sua duplicação. "Quero reforçar a solicitação de audiência com os secretários Jovir Costella (Transporte) e Leonardo Busatto (Parcerias) e com a empresa Sacyr, que é a responsável pelas obras na 287. Vários documentos já foram encaminhados neste sentido por este colegiado e pela comissão de moradores, produtores rurais e lideranças daquela região e nenhum retorno se obteve até o momento. É fundamental que o governo assegure essa possibilidade para que essas comunidades trabalhadoras, honestas e que lutam muito para sobreviver e produzir, sejam ouvidas", frisou o parlamentar.

Segundo Valdeci, as localidades não têm nenhuma contrariedade à duplicação nem ao pedágio, mas sim a sua localização (em frente a uma escola) e a outros itens relacionados à mobilidade e segurança daquelas populações. "Enquanto o governo não marcar uma data vou continuar falando e cobrando o agendamento do encontro. E farei isso todas as terças-feiras nesta Comissão", assegurou o deputado. Os encaminhamentos feitos ao governo foram confirmados pelo presidente da CAM, deputado Adroaldo Loureiro.

As comunidades também questionam o início das obras de ampliação dos 17 quilômetros da rodovia que ficam no território pertencente a Santa Maria – entre o município e Novo Cabrais -, que só começarão a ser feitas depois de 19 anos do início da concessão à iniciativa privada, mas com todos os moradores e produtores rurais pagando diariamente para se deslocar. Uma das deliberações aprovadas durante audiência pública proposta por Valdeci e realizada em 15 de outubro passado, em Restinga Seca, foi de que o governo negocie para que as obras comecem conjuntamente nas duas pontas, em Santa Maria e Tabaí, na Região Metropolitana da capital.

© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Comissão de Assuntos Municipais, reunião virtual

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia
SEMINÁRIO - PROCURADORIA DA MULHER
COMISSÃO DE SEGURANÇA, SERVIÇOS PÚBLICOS E MODERNIZAÇÃO DO ESTADO
» Veja mais

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30