BALANÇO 2021
Procuradoria da Mulher estimula criação de estruturas para acolher vítimas de violência no interior
Olga Arnt - MTE 14323 | Agência de Notícias - 09:00 - 13/01/2022 - Edição: Letícia Rodrigues - MTE 9373 - Foto: Vinicius Reis
Multiplicar os instrumentos de proteção e fortalecer a rede de apoio às mulheres foram as prioridades da Procuradoria Especial da Mulher em 2021. E para isso o órgão, que é vinculado à presidência do Poder Legislativo, realizou o Seminário de Políticas Públicas para Mulheres NósporElas. Voltado para prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais e vereadores, o evento reuniu, durante um dia inteiro no Teatro Dante, lideranças de 115 municípios gaúchos para discutir políticas públicas com o propósito de quebrar o ciclo de violência doméstica.
 
A procuradora da Mulher do Parlamento gaúcho, deputada Franciane Bayer (PSB), avalia que o encontro teve um simbolismo forte por reunir pessoas que ocupam funções de liderança e podem desenvolver políticas públicas efetivas de proteção às mulheres. Ela defende a realização de um trabalho de forma articulada entre todas as esferas de poder - municipal, estadual e federal –, buscando o que chama de “alinhamento das estrelas”, e atuação conjunta para “mudar a cultura da violência que está enraizada na sociedade”. “Nos unindo e trabalhando numa rede organizada e integrada é que faremos a diferença”, aponta.
 
O evento abordou de forma didática os passos para a criação de Procuradorias da Mulher nas Câmaras Municipais. Dos 497 municípios gaúchos, apenas 33 contam com esse tipo de estrutura. A procuradoria, segundo Franciane, é uma porta para acolher as mulheres que sofrem violência e muitas vezes não têm coragem de ir até uma delegacia de polícia. Além disso, empodera e dá visibilidade aos mandatos femininos nos espaços legislativos, ocupados majoritariamente por homens.
 
Meninas olímpicas
Umas das iniciativas da Procuradoria da Mulher mais importantes deste ano foi a aprovação em plenário do Prêmio Meninas Olímpicas. Proposta pela procuradora e subscrita por mais oito parlamentares, a premiação é um reconhecimento às estudantes gaúchas de escolas públicas que representam o Brasil em olimpíadas científicas e um incentivo para que outras meninas participem também.
 
O prêmio será entregue anualmente, em solenidade a ser realizada em data próxima ao Dia Internacional da Mulher, sendo responsabilidade da Procuradoria Especial da Mulher definir a relação das estudantes e encaminhar à mesa para deliberação.
 
A iniciativa é inspirada no Movimento Meninas Olímpicas, fundado em 2016 em Frederico Westphalen. Atualmente, as meninas representam apenas 10% dos premiados nas principais olimpíadas científicas do Brasil e 5% nas internacionais.
 
Dia Internacional da Mulher
Tradicionalmente marcado por homenagens e reflexões, o dia 8 de março foi a data escolhida para a posse da nova procuradora, Franciane Bayer (PSB), e das subprocuradoras Fran Somensi (Republicanos), Juliana Brizola (PDT) e Patrícia Alba (MDB). Com as atividades presenciais no Parlamento gaúcho suspensas, o evento ocorreu de forma virtual e foi transmitido pela TV Assembleia.
 
Campanhas e Exposições
Mesmo com as limitações impostas pela pandemia, a Procuradoria Especial da Mulher promoveu ou participou de diversas campanhas de conscientização sobre os diretos das mulheres e pelo fim da violência doméstica.
 
Em 2021, trouxe para dentro do Parlamento gaúcho a Campanha 16 Dias de Ativismo Contra a Violência de Gênero, iniciativa internacional patrocinada pelo Centro para Liderança Global das Mulheres, que desde 1991 vem mobilizando mais de 3.700 organizações em cerca de 164 países. Para delimitar o período da campanha, foram escolhidas os dias 25 de novembro, Dia Internacional Contra a Violência Contra as Mulheres, e 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a fim de vincular simbolicamente a violência contra as mulheres e os direitos humanos.
 
Além de iluminar a fachada do Palácio Farroupilha na cor laranja, em alusão ao movimento, a Procuradoria promoveu, em conjunto com a Polícia Civil, a mostra fotográfica “O Silêncio também é uma Arma”. Durante os 16 dias da campanha, as fotos ficaram expostas no Espaço de Exposições Deputado Carlos Santos, na entrada da Assembleia Legislativa.
 
Junto com a Frente Parlamentar sobre o Câncer da Mulher e a Associação de Pessoas com Câncer, a Procuradoria promoveu ainda a exposição Outubro Rosa e Novembro Azul com o objetivo de incentivar a prevenção. Além de fotos de  homens e mulheres que superaram a doença, a mostra contou com painéis com mensagens de incentivo ao autocuidado e apelo à realização de exames preventivos. Cartilhas e folders alertando sobre a incidência do câncer, fatores de risco, sintomas, mudança de estilo de vida e escolhas saudáveis ficaram à disposição do público nos 12 dias que durou a mostra.
 
Luta por recursos orçamentários
A Procuradoria, junto com a bancada feminina, atuou para aumentar os recursos orçamentários para as políticas públicas voltadas para as mulheres. O resultado é que para 2022 estarão disponíveis R$ 5 milhões para a rede de proteção. Além disso, a Secretaria de Segurança irá implantar um sistema pioneiro em que os agressores serão monitorados eletronicamente e, quando houver aproximação, a vítima receberá um aviso no celular e será informada a melhor rota de fuga. Ainda deverão ser abertas cerca de duas mil vagas de acolhimento na rede hoteleira do Rio Grande do Sul, em parceria com o Instituto Avon.
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Procuradoria Especial da Mulher

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia
COMISSÃO DE AGRICULTURA
COMISSÃO DE SEGURANÇA, SERVIÇOS PÚBLICOS E MODERNIZAÇÃO DO ESTADO
COMISSÃO DE CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS
» Veja mais

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30