SESSÃO PLENÁRIA
Pronunciamentos na tribuna nesta quarta-feira
Letícia Rodrigues - MTE 9373 | Agência de Notícias - 14:53 - 25/05/2022 - Foto: Celso Bender
Confira o resumo dos pronunciamentos das deputadas e dos deputados durante o período das Comunicações da sessão ordinária desta quarta-feira (25). A íntegra das manifestações pode ser ouvida no endereço www.al.rs.gov.br/legislativo, em áudios das sessões.

Aloísio Classmann (União) utilizou a tribuna para fazer três registros. Lembrou que hoje, dia 25 de maio, é o Dia do Trabalhador Rural. "O trabalhador rural trabalha todos os dias, levanta cedo, muitas vezes, não tendo sábado nem domingo, para levar boa comida na mesa do povo gaúcho e brasileiro", afirmou. Também registrou o sofrimento pelo qual passam os suinocultores independentes, que estão abandonando sua atividade porque, há mais de um ano e meio, estão sofrendo com o custo da produção elevadíssima e o baixo preço pago a esse produtor. Ainda destacou que mais de 50% dos caminhoneiros autônomos já largaram sua atividade, indo para as transportadoras, em função da baixa renda obtida nessa atividade.

Sofia Cavedon (PT) informou que a bancada petista, através do seu mandato, fará a entrega da Medalha do Mérito Farroupilha amanhã (26) ao professor doutor José Clóvis de Azevedo, o primeiro reitor da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Registrou que ele, junto com um coletivo técnico, foi o construtor técnico da universidade estadual. A parlamentar falou da trajetória do homenageado, que foi secretário de Educação no governo Tarso. "Precisa reconhecer em vida quem dedicou a vida a tantos jovens, educadores, colégios, redes de ensino", declarou. Ainda criticou o ataque às universidades públicas, com a proposta de cobrança de mensalidades que tramita na Câmara Federal, e o descaso do governo do Estado com o Instituto de Educação General Flores da Cunha. 

Em outros dois tempos de comunicação, Sofia Cavedon (PT) registrou a abertura da sala da amamentação na Procuradoria Especial da Mulher e antecipou que, no dia 8 de junho, a Procuradoria e a Presidência anunciarão um programa voltado às mulheres. Ela também repercutiu a adesão do RS ao Regime de Recuperação Fiscal, que, na sua opinião, será um desastre para o estado. Citou que, pelo plano de recuperação fiscal, o RS voltará a pagar a dívida com a União em 2023, resultando no congelamento do salário dos servidores públicos por nove anos. "Nossa bancada votou contra o teto de gastos, contra o Regime de Recuperação Fiscal e somos contra o pedagiamento das estradas e as privatizações", afirmou. Sofia também comentou a mudança na presidência da Petrobrás e criticou a política de preço da empresa que é uma política do governo federal, que beneficia os cofres da União, que gasta muito mal. Defendeu que o Congresso Nacional e também a ALRS deveriam se manifestar sobre essa política de preço, que está causando a inflação e agravando a fome no país, que já atinge 20 milhões de pessoas. 
© Agência de Notícias
Reprodução autorizada mediante citação da Agência de Notícias ALRS.
© Agência de Notícias
As matérias assinadas pelos partidos políticos são de inteira responsabilidade dos coordenadores de imprensa das bancadas da Assembleia Legislativa. A Agência de Notícias não responde pelo conteúdo das mesmas.
Versão de Impressão
Sessão Plenária

PESQUISA DE NOTÍCIAS
Termo
Período
   


TV Assembleia
Rádio Assembleia

Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Praça Marechal Deodoro, 101 - Porto Alegre/RS - Cep 90010-300 - PABX (51) 3210.2000
Horário de atendimento: das 08:30 às 18:30